O processo de fermentação de duas fases

Escrito por eric benac | Traduzido por erisana victoriano
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O processo de fermentação de duas fases
Fermentação tem sido usada durante séculos para fazer bebidas alcoólicas (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

A fermentação é o processo de utilização de bactérias para transformar carboidratos, tais como trigo e lúpulo, em álcool. Este processo é usado por fabricantes de cerveja profissionais, bem como cervejeiros amadores. Alguns desses usuários usam um processo chamado de fermentação em duas fases, que é uma versão mais complexa do processo normal, de fase única. Cervejeiros amadores só devem usar esse processo se entenderem completamente o processo de fermentação e tiverem alguns anos de experiência.

Outras pessoas estão lendo

Definição

Fermentação em duas fases é um processo em que a fermentação é dividida em dois processos diferentes. A primeira fase é a fase primária e segue os procedimentos normais de fermentação. Cervejeiros amadores geralmente fermentam sua cerveja em um balde ou recipiente com ar selado, enquanto os profissionais usam recipientes mais pesados. Esse processo leva algumas semanas. Na fermentação em duas fases, a mistura é desviada para um novo recipiente mais ou menos na metade do processo de fermentação. Esse recipiente é, então, selado para o ar. A mistura fica no novo balde para o resto do processo de fermentação.

Vantagens

Segundo o site American Home Brewing Supply, existem três grandes vantagens para a fermentação em duas fases. A primeira vantagem é que ela elimina a cerveja parcialmente fermentada dos resíduos da fermentação inicial. Esses resíduos ocorrem no início do processo e transferir a cerveja para um novo recipiente deixa esses resíduos no primeiro recipiente. A segunda vantagem é que a transferência da mistura de fermentação ajuda a expô-la ao oxigênio. Oxigênio ajuda a criar a composição bacteriana necessária para converter o fermento em álcool e o oxigênio extra pode ajudar a aumentar a taxa de fermentação. A última vantagem é que ele se desfaz de quaisquer materiais sólidos que podem ficar flutuando na cerveja. Isso cria uma cerveja mais clara, menos rançosa.

Processo

Todos os ingredientes necessários para a fermentação são adicionados a um recipiente hermético com temperatura controlada. Esses ingredientes incluem lúpulo, o trigo, uma mistura de bactérias, ervas para dar sabor e outros ingredientes. Os ingredientes completos variam de acordo com a cerveja que você está fazendo e sua preferência pessoal. A temperatura é de 22 a 23 graus, não chega a mais alta ou mais baixa. A mistura fermenta durante sete dias no primeiro recipiente. Confira a espuma da superfície nele para certificar-se de que ela desapareceu antes de transferir e espere um ou dois dias depois de ela ter se dissipado para fazer isso. Prenda o primeiro fermentador ao segundo de vidro com uma borracha. Quebre o selo do ar e passe a cerveja para o segundo recipiente. Sele o ar do segundo recipiente e coloque-o em um lugar escuro por sete dias.

Outros usos da fermentação de dois estágios

Fermentação de dois estágios tem usos além do licor de cerveja e cerveja. O site da Universidade de Pensilvânia publicou um artigo escrito por vários membros do Departamento de Química e Faculdade de Engenharia Biomolecular que discute um processo de fermentação em duas etapas utilizado para obter butanol. O butanol pode também ser chamado de butano e é utilizado como uma fonte de combustível. Outros usos para a fermentação em duas fases incluem a criação de uma fonte de combustível Biohidrogênio. Estes processos variam nos ingredientes e as ferramentas utilizadas, mas a ideia básica é a mesma.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível