Quais drogas são testadas em um exame toxicológico admissional?

Escrito por marissa willman | Traduzido por evelyn lima
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Antes de confirmar a contratação de um candidato, muitas companhias exigem que ele se submeta a um exame toxicológico para detectar o uso de drogas. O indivíduo deve conseguir resultados negativos para drogas para garantir sua vaga nessas empresas. Algumas empresas ainda requerem a realização de testes aleatórios ao longo do exercício profissional do empregado. A maior parte delas testa cinco tipos de drogas: tetrahidrocanabinol, fenilciclidina, cocaína, anfetamina e opioides.

Outras pessoas estão lendo

Tetrahidrocanabinol

As empresas frequentemente testam a presença de tetrahidrocanabinol, mais conhecido como THC, em seus empregados e candidatos. O THC é uma substância ilegal encontrada em canabinoides, maconha e haxixe, e pode ser identificado em amostras de sangue, urina ou cabelo. Trata-se de uma substância lipossolúvel, o que significa que é armazenada nas células adiposas do corpo. De acordo com o departamento de trabalho dos EUA, o THC pode ser detectado por várias semanas após o uso. É possível obter um resultado positivo também pela inalação passiva da substância.

Cocaína

A cocaína é outro alvo comum dos empregadores. É uma substância altamente viciante e ilegal capaz de produzir um efeito estimulante no usuário. A cocaína permanece detectável no organismo de quem a consome por entre dois e dez dias. Abusos da substância podem levar a complicações de saúde como convulsões, derrames e infartes, bem como efeitos psicológicos adversos como paranoia, irritabilidade e ansiedade. Essas complicações podem criar grandes custos para o empregador.

Anfetamina

Outro grupo de substâncias frequentemente observado por empresas é o das anfetaminas. Ele inclui metanfetaminas, speed, ecstasy e ice. As anfetaminas são substâncias altamente viciantes que produzem um efeito estimulante e permanecem detectáveis por até 48 horas após o uso (no caso das metanfetaminas, de dois a três dias). Essas drogas reduzem o apetite e causam insônia. A abstinência de seu consumo pode causar depressão, fadiga e pensamentos suicidas. O uso prolongado de anfetaminas por um empregado pode significar altos custos para a companhia.

Fenilciclidina

A fenilciclidina, também conhecida como PCP ou pó de anjo, é um alucinógeno que causa dormência e dissociação do corpo físico. Testes de drogas geralmente conseguem detectar o PCP por até uma semana após seu uso. Esses testes são necessários porque a droga é ilegal e causa um comportamento imprevisível nos usuários, representando uma possível ameaça à segurança do local de trabalho. O PCP provoca também perda de inibições e da sensibilidade à dor, o que frequentemente leva a tentativas de ataques do usuário a si mesmo e aos outros.

Opioides

Os opioides são fortes analgésicos que são sempre controlados, como a morfina e a codeína, ou ilegais, como o ópio e a heroína. A morfina normalmente permanece no organismo do usuário por dois a três dias; a heroína é solúvel em água e geralmente detectável por até 24 horas após o uso. Os opioides causam vício e violência durante a fase de abstinência.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível