Estilo

Quais fatores devem ser considerados quando aplicar um teste de QI?

Escrito por ashley seehorn | Traduzido por larissa frança
Quais fatores devem ser considerados quando aplicar um teste de QI?

Os testes de QI são usados para identificar dificuldades em aprendizagem potenciais

exam image by Petro Feketa from Fotolia.com

O uso de testes de inteligência para a seleção educacional e o diagnóstico de dificuldades de aprendizagem possui uma história longa e controvérsia. Em alguns sistemas escolares, dar testes de inteligência é ilegal. Muitos psicólogos modernos acham que existe um gênero inerente e preconceitos étnicos em testes padronizados. Apesar da controvérsia, eles continuam a ser uns dos instrumentos mais importantes disponíveis para medir a habilidade acadêmica nos indivíduos. Quando administrar esses testes, entretanto, existem vários fatores chaves a se considerar.

Outras pessoas estão lendo

História

O primeiro teste de inteligência foi criado em 1904 por Alfred Binet, um psicólogo francês cujo propósito era identificar problemas de aprendizado em crianças em idade escolar. O resultado da avaliação era conhecido como "quociente de inteligência" ou "QI". Desde aquela época, os testes de QI têm sido usados para uma variedade de propósitos. O exército dos Estados Unidos os utilizaram e continuam a usá-los para encontrar a melhor localização para os seus recrutas. Os sistemas escolares hoje usam esses testes para medir a inteligência relacionada à escola, rotulando os estudantes com muito pouca inteligência como mentalmente retardados e aqueles com inteligência muito alta como intelectualmente dotados. Além disso, as escolas usam esses testes e os de realização para identificar discrepâncias que apontam para possíveis dificuldades de aprendizagem em crianças.

Administração

Os testes de QI devem ser administrados por um psicólogo qualificado. Indivíduos não treinados que administram estes testes podem distorcer os resultados e fazer com que sejam inválidos. Assim, é fundamental que, um profissional altamente treinado e imparcial administre o exame.

Idade

Todos os testes de inteligência são referenciados por norma. Isso significa que os indivíduos que fazem esse teste são comparados com outros da mesma idade que já fizeram o teste. Dessa maneira, é crítico que a idade exata, em anos, meses e dias, seja conhecida antes que o teste seja aplicado e avaliado. A idade é também um fator importante quando escolher o instrumento de teste.

Deficiência

A deficiência do indivíduo é outro fator chave na escolha de um teste de QI. Quando lidar com estudantes com deficiências, considere a possibilidade de que eles sejam não verbais, o que significa que é incapaz de comunicar-se eficazmente através de meios orais. Existem testes de QI que não exigem uma resposta oral, mas sim o entendimento de direcionamentos orais. Existem também aqueles que são destinados a crianças que são surdas ou têm perda de audição que não exigem nem respostas orais, nem respostas a instruções orais. Existem também os testes que são intencionados para as crianças cegas ou visualmente prejudicadas. Muitos deles também permitem adaptações para aquelas que possuem habilidades físicas limitadas.

Proficiência em inglês

Nos Estados Unidos da América, muitos estados não permitem testes de QI de crianças cuja primeira língua seja qualquer outra que não o inglês. Outros exigem que o teste seja dado na língua materna da criança ou interpretado nela. Mesmo nos estados onde o teste de QI daqueles que não sejam proficientes em inglês é permitido, a língua da criança deve ser uma consideração na administração, pontuação e interpretação dos resultados.

Não deixe de ver

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media