Quais vegetais têm a maior composição de ácido tânico?

Escrito por david shoo | Traduzido por valeria jardim
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais vegetais têm a maior composição de ácido tânico?
O estragão é uma planta perene vegetal verde com alto teor de taninos (Brand X Pictures/Stockbyte/Getty Images)

O ácido tânico ou taninos ocorrem naturalmente em plantas. Além de frutas, folhas e caules de algumas árvores, alguns legumes também contêm ácido tânico. Quando se consume vegetais com ácido tânico, eles têm um gosto amargo que varia de planta para planta, dependendo do tipo de taninos presentes.

Outras pessoas estão lendo

Estragão

O estragão é uma planta perene vegetal verde, comumente conhecida como a erva dragão. O ácido tânico e flavonoides podem ser extraídos de suas folhas alongadas lustrosas. Como a maioria dos taninos vegetais, ele tem um peso molecular que varia entre 500 a 3000 ésteres de ácido gálico e até 20.000 pró-antocianidinas. As folhas de estragão são usadas ​​para temperar a comida, preparar bebidas alcoólicas, molho tártaro e mostarda, bem como vinagre de estragão. Elas são também eficazes para o tratamento de distúrbios digestivos. Na Sibéria e partes da Europa, o estragão é cultivado comercialmente por suas folhas perfumadas que são transformadas na essência de licor de anis em saladas, molhos e alimentos preparados com vinagre. Ao usar as folhas para temperar a comida, adicione-as sempre alguns minutos antes de servir, uma vez que elas liberam seu sabor instantaneamente.

Sumagre Americano

O sumagre Americano, também conhecido como shoemac ou shumac, é uma erva doméstica com folhas verdes que pode ser usada para produzir licor. As folhas dos três sumagres Americanos mais famosos -- o sumagre branco, sumagre anão e staghorn -- atingem sua maior quantidade de taninos pouco antes de se tornarem amarelas. É possível secar as folhas e, em seguida, moê-las em pó grosso e usar depois para fazer um licor de taninos vegetais. Os sumagres podem ser encontrados a leste do Mississippi.

Gambir

O gambir é um arbusto doméstico que produz um extrato aquoso denominado gambier, obtido a partir das folhas e brotos. O ácido tânico condensado do gambir contém compostos derivados de flavonas, tal como quercetina, que se sabe ser uma fonte de coloração amarela na natureza. Além de taninos de catecol, o gambir também contém açúcar, ceras, óleos e sais. Ele é encontrado na China, na Malásia e em muitas partes do sudeste da Ásia. Os Chineses o usavam inicialmente para fins medicinais para controlar tonturas, hipertensão e pressão arterial elevada, dada a sua capacidade de dilatar os vasos sanguíneos periféricos.

Ruibarbo

O ruibarbo é uma planta herbácea perene com folhas grandes de formato triangular. Ele contém taninos vegetais com pesos moleculares que variam entre 500 a mais de 3.000 ésteres de ácido gálico. Várias partes do ruibarbo têm valor culinário e medicinal. Embora as folhas algumas vezes tenham uma tendência a ter muito ácido tânico, tornando-as tóxicas e qualificando-as como pseudo-taninos, o ruibarbo é considerado um vegetal e, normalmente, os talos são cozidos e utilizados em tortas em virtude de seu sabor azedo. A Royal Horticultural Society classificou a variedade híbrida rheum x para consumo humano.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível