Recuperação de uma cirurgia para remover depósitos de cálcio dos pés

Escrito por j. lang wood | Traduzido por lara scheffer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Recuperação de uma cirurgia para remover depósitos de cálcio dos pés
Recuperar-se de uma cirurgia para remover esporões ósseos geralmente não é difícil (first aid image by Julija Sapic from Fotolia.com)

Os pés podem sofrer com uma variedade de doenças. A formação de depósitos de cálcio em várias partes dos pés conforme as pessoas envelhecem é uma condição vista frequentemente por podólogos. Muitas vezes, esses depósitos progridem a um ponto onde a cirurgia é necessária. A recuperação geralmente dura pouco e não é difícil, embora interfira nas atividades rotineiras por algum tempo.

Outras pessoas estão lendo

Sobre os esporões ósseos

Os esporões ósseos são depósitos de cálcio que se formam devido à inflamação crônica em partes do pé que sofrem pressão ou fricção contínua. Eles podem ocorrer no calcanhar ou em qualquer um dos dedos, mas geralmente envolvem o quinto dedo, na lateral ou na base. Os depósitos também podem crescer junto do arco no topo do pé.

O que causa os depósitos de cálcio nos pés

Esses depósitos de cálcio se formam como uma resposta do mecanismo de defesa do corpo. Quando uma área do osso é sujeitada à pressão, fricção ou outro estresse constante, ela responde tentando se consertar, construindo mais osso durante um período de tempo. Isso pode ser causado simplesmente pela idade ou por excesso de exercício na área. Como a cartilagem que desliza pelo osso desgasta esse crescimento em excesso, pode ocorrer inflamação, inchaço e dor.

Cirurgia para remoção de depósitos de cálcio

Os podólogos geralmente realizam a cirurgia para remoção dos esporões sem a necessidade de internação do paciente. O cirurgião remove o esporão dos dedos fazendo uma pequena incisão na área afetada e lixando o osso com uma lixa ou broca. Então, ele dá um ou dois pontos para fechar o corte. Em esporões no calcanhar, o médico pode cortas parcialmente a fáscia plantar, o músculo que vai do calcanhar até o dedo, na parte inferior do pé, para acessar o osso do calcanhar e alcançar o depósito que está causando o problema. O podólogo, então, enfaixa a área e coloca um sapato ou bota especial no pé para protegê-lo de qualquer lesão durante a cicatrização. Os médicos instruem os pacientes a trocar o curativo em casa. Os pontos devem continuar no lugar por pelo menos de 7 a 10 dias.

O processo de recuperação

A maioria dos pacientes é encorajada a caminhar pouco depois da cirurgia, embora as atividades possam ser bastante limitadas. Seu cirurgião prescreverá um analgésico adequado. Evitar apoiar-se em seu pé e elevá-lo ajuda a reduzir o inchaço. O médico também pode lhe aconselhar a evitar exercícios pesados ou ficar de pé por períodos prolongados durante seis a oito semanas. Cada cirurgião possui suas instruções individuais para o processo de recuperação.

Voltando às atividades normais

Muitas pessoas podem voltar a trabalhar dentro de uma semana, se a atividade física pesada ou sapatos especiais não forem necessários. A habilidade de dirigir pode ser limitada durante o processo de cicatrização e você talvez precise conversar com seus patrões sobre realizar trabalhos mais sedentários até que esteja completamente curado. Seu cirurgião será capaz de lhe aconselhar sobre a volta às atividades normais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível