Mais
×

Reparo de pequenos motores elétricos

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Para consertar falhas de um pequeno motor elétrico, é recomendado seguir um procedimento passo a passo, que exclui possíveis causas e ajuda a isolar circuitos ou componentes defeituosos. Como em todas as intervenções em equipamentos elétricos ou eletrônicos, certifique-se de desligar o motor antes de fazer modificações ou reparos.

Instruções

Pequeno motor elétrico

    Verifique se o motor recebe energia

  1. Conecte uma lâmpada na tomada em que o motor será ligado, para verificar se há corrente elétrica.

  2. Verifique se o disjuntor está desligado. Se o disjuntor estiver em "off", redefina-o para "on" e conecte-o ao motor novamente.

  3. Tente iniciar motor. Se o motor falhar, verifique o disjuntor. Se o disjuntor voltou à posição "off", o problema está no motor.

  4. Verifique o cabo de energia do motor. Remova os dois fios que se ligam ao motor e conecte-os temporariamente, trançando-os juntos ou conectando-os com um fio jumper. Conecte os cabos do voltímetro em cada um dos dois conectores do plug de tomada, individualmente. Com o voltímetro ajustado na posição RX 1, calibre a curva de medida e torça o cabo de alimentação. Uma leitura de 0 ohms indica que o cabo está bom. Uma leitura maior indica curto no cabo. Substitua o cabo.

  5. Verifique o funcionamento do interruptor de energia do motor. Desconecte os dois fios que ligam o interruptor ao motor e conecte-os nos terminais do voltímetro, com o medidor ajustado para a escala RX 1, pressione "on" e depois "off". O medidor deve saltar de 0 ohms, na posição "off", para uma leitura maior, na posição "on". Se não houver nenhuma alteração na leitura, o interruptor está danificado e deve ser substituído.

    Verifique o comutador e as escovas

  1. Retire a caixa do motor, removendo os parafusos da carcaça e expondo a bobina de campo e o comutador.

  2. Inspecione a superfície do comutador, para verificar se há sujeira, óleo, pó de metal e indícios de corrosão ou queima.

  3. Limpe e faça um polimento no comutador utilizando uma lixa fina na superfície, enquanto o rotaciona.

  4. Observe se o comutador possui barra corroída ou descolorida (quando comparada com as outras), sendo essa uma indicação de circuito aberto na bobina de campo.

  5. Faça uma checagem das barras do comutador, definindo o voltímetro para a escala RX 1 e, tocando os cabos do medidor nas barras adjacentes, movendo-o gradualmente para os lados. As leituras devem ser as mesmas em todas as checagens. Uma leitura elevada indica circuito aberto; 0 ohms indica um curto-circuito e o comutador está defeituoso.

  6. Verifique as escovas do comutador, para garantir uma conexão firme e uniforme.

  7. Verifique as molas das escovas, para assegurar que a pressão aplicada às escovas seja uniforme e suficiente para segurar firmemente as escovas no comutador.

  8. Substitua escovas desgastadas e molas de escovas fracas.

    Realize uma verificação da bobina de campo

  1. Defina o voltímetro para a escala RX 100 e prenda os cabos nas duas ligações da bobina de campo (fios).

  2. Se obtiver uma leitura alta, substitua a bobina, pois é indício de circuito aberto e defeito.

  3. Substitua a bobina, se houver uma leitura baixa entre as verificações do comutador, o que indica curto-circuito no interior das bobinas de campo.

Aviso

  • Certifique-se de desligar o motor elétrico antes de realizar um dos testes acima.

O que você precisa

  • Voltímetro
  • Conjunto de fios jumper
  • Folha de lixa fina
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article