on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Reprodução assexuada de rosas

Atualizado em 22 novembro, 2016

As rosas podem se reproduzir sexuada ou assexuadamente. A reprodução assexuada não utiliza sementes e gera duplicações exatas ou clones de uma rosa. Se você desejar criar novas variedades de rosas, deve cultivá-las a partir de sementes em vez de utilizar os métodos reprodutivos assexuados.

As rosas podem ser clonadas por meio do uso de métodos de reprodução assexuada (roses image by OMKAR A.V from Fotolia.com)

Tipos de rosa

O método da reprodução assexuada a ser utilizado será diferente dependendo do tipo de rosa. De acordo com o artigo "How Do I Propagate Roses?" (Como Propagar Rosas?) do Ultimate Resource and Learning Center, rosas antigas, inglesas e miniaturas são as melhores candidatas para o enraizamento de estacas de madeira macia porque crescem vigorosamente a partir de suas próprias raízes. Você também pode utilizar rosas de chá híbridas e floribundas.

Loading...

Métodos de reprodução assexuada

Há três métodos de reprodução assexuada de rosas: o enraizamento de estacas de madeira macia, de madeira dura e a enxertia de borbulha. O enraizamento se refere ao corte da madeira de uma rosa existente e sua replantação. Os processos de enraizamento de estacas de madeira macia e dura são semelhantes. De acordo com rosemagazine.com, a única diferença é que o primeiro é feito a partir de brotos que ainda estejam verdes, que são mantidos em um local interno até que amadureçam. A enxertia de borbulha se refere a um processo no qual se corta o botão de uma roseira, que é inserido no caule da rosa que se deseja reproduzir.

Enraizamento de estacas de madeira dura

Para reproduzir rosas com esse método, você deve iniciar o processo no fim do verão ou no início do outono. A página Rosemagazine.com informa que se deve cortar a madeira de uma rosa que tenha entre 30 e 60 cm de comprimento. Remova as folhas, os galhos e os espinhos e corte a madeira em pedaços de 15 cm a 23 cm.

Prepare uma solução hormonal de enraizamento, mergulhando galhos de salgueiro em água e deixando-os de um dia para o outro. Coloque as estacas na solução no dia seguinte e deixe-as ficarem aí por mais um dia.

Assim que as estacas estiverem encharcadas, plante cada uma delas em um vaso separado com terra adubada. Pelo menos dois terços da estaca deve estar sob a terra. Borrife água sobre as estacas, coloque sacos plásticos sobre elas e deixe-as ao ar livre. Elas devem ficar protegidas da luz direta do sol. Ao longo do mês seguinte, verifique os vasos a uma frequência de alguns dias para garantir que as estacas estejam úmidas. Borrife água, se necessário. As estacas criarão raízes dentro de um mês.

Enraizamento de estacas de madeira macia

A página Rosemagazine.com afirma que esse processo é semelhante ao enraizamento de estacas de madeira dura, mas você deve utilizar brotos verdes e cortar todo o crescimento de madeira macia ao preparar a estaca. Você também deve mantê-la em um espaço interno até que o inverno termine, para garantir que elas não fiquem expostas à geada. O Ultimate Learning and Resource Center sugere que as estacas sejam plantadas em sacos plásticos e transferidas aos vasos apenas quando as raízes tiverem começado a crescer.

Enxertia de borbulha

As rosas comerciais são criadas por enxertia de borbulha em rosas existentes. A página Love-of-Roses.com fornece um método para fazê-la em casa. Primeiramente, corte um broto verde da roseira, assim como faria se fosse um enraizamento de estacas de madeira macia. Mergulhe-o em água e deixe de um dia para o outro e corte os botões do broto com uma faca afiada.

Faça um corte em formato de T na rosa na qual você fará a enxertia. O topo e a base do T devem ter comprimento aproximado de 2,5 cm cada. Esse corte cria pontas no caule da rosa; ao retirá-los, você deverá ver uma camada verde e viscosa, que não deve ser cortada.

Coloque o botão no corte e prenda-os com uma fita para enxertia ou um laço de torção. Monitore a planta para garantir que as raízes não se formarão do lado de fora do caule da rosa.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...