Como saber se um sensor de fluxo de massa de ar está defeituoso?

Escrito por dan ferrell | Traduzido por allan magalhães
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como saber se um sensor de fluxo de massa de ar está defeituoso?
Há vários sintomas que podem indicar que um sensor de fluxo de massa de ar está com defeito (NA/Photos.com/Getty Images)

Há vários sintomas que podem indicar que um sensor de fluxo de massa de ar (MAF) está com defeito, incluindo estado ocioso inconsistente do motor, consumo excessivo de combustível, quando não há combustível suficiente chegando aos injetores, motor engasgando ou com dificuldade na ignição. Contudo, muitos outros componentes podem ser a fonte desses problemas. Siga as etapas seguintes para determinar a condição do sensor de fluxo, mesmo que seja um sensor do tipo "Hot Wire" -- presente na maioria dos veículos Ford -- ou um sensor do tipo "Hot Film" -- presente na maioria dos veículos da General Motors.

Nível de dificuldade:
Fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Ferramenta de verificação
  • Multímetro

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Obtenha os códigos de erro do computador do motor do carro usando uma ferramenta de verificação. Caso não possua uma dessas ferramentas, é possível que esses códigos sejam verificados na maioria das lojas de peças automotivas, gratuitamente ou com encargos. Nos veículos da Ford, os códigos 26, 56, 66 ou 76 indicam um possível problema com esse sensor. Nos veículos da General Motors, os códigos 33, 34 ou 36 indicam o mesmo problema.

  2. 2

    Meça a voltagem de saída do sensor do tipo "Hot Wire". Com o motor funcionando no estado ocioso, meça o terminal de trás do fio marrom que possui uma faixa branca no sensor, usando um voltímetro. A leitura mostrada será de cerca de 2,5 volts. Toque levemente no sensor com o dedo; a voltagem deve se manter estável. Com a mão, puxe o mecanismo de aceleração, para aumentar a rotação do motor, e observe o voltímetro. A voltagem deve aumentar suavemente de maneira proporcional ao aumento da aceleração. Se a leitura da voltagem estiver fora das especificações, o sensor não está gerando um sinal apropriado.

  3. 3

    Verifique o relé do circuito de autolimpeza do sensor do tipo "Hot Wire". O computador do motor utiliza esse circuito para limpar o fio ou elemento de detecção do sensor. Se o relé que controla a corrente que vai até esse circuito estiver quebrado, o computador do carro não será capaz de limpar o fio; eventualmente, poeira e outros contaminantes irão interferir na operação do sensor. Consulte o manual de serviço do veículo para localizar e testar esse relé.

  4. 4

    Meça a frequência do sensor do tipo "Hot Film". Com um multímetro capaz de medir milissegundos, coloque a ponta de teste vermelha no fio de sinalização de qualquer injetor de combustível do veículo e a ponta de teste preta em um bom aterramento -- um parafuso ou braçadeira metálica no motor. Faça a leitura da largura de pulso do injetor no estado ocioso do motor e quando estiver acelerando. Compare as leituras com as especificações fornecidas no manual de serviço do veículo. Se a largura de pulso estiver fora dos limites, o sensor está gerando um sinal ruim ou inexistente.

Dicas & Advertências

  • Consulte o manual de serviço do veículo para determinar o tipo de sensor instalado no veículo e as especificações de saída dos sensores e injetores de combustível. É possível comprar esses manuais na maioria das lojas de peças automotivas ou consultá-los gratuitamente na maioria das bibliotecas públicas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível