Sinais de cólica abdominal em cachorros

Escrito por chris anzalone | Traduzido por lara scheffer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Sinais de cólica abdominal em cachorros
Reconheça os sinais de cólicas abdominais em cachorros (Chris Amaral/Digital Vision/Getty Images)

A cólica abdominal em cachorros pode indicar um problema tão simples como indigestão ou tão sério quanto uma doença dos rins. Outras causas possíveis incluem infecções bacterianas, úlceras, complicações na gestação e pancreatite. Se seu cachorro estiver sofrendo de cólicas abdominais contínuas, leve-o a um veterinário para descobrir a causa exata. Antes de poder determinar se seu cão está com cólicas abdominais, você precisa entender os sintomas.

Outras pessoas estão lendo

Costas arqueadas

Se você perceber seu cachorro andando com as costas arqueadas, isso pode indicar cólicas abdominais. Especificamente, o cão pareceria estar esticando o centro das costas para cima, com seus pés dobrados firmemente. Esse sintoma também pode indicar outros problemas, como pescoço ou costas doloridos, então, se o problema persistir, entre em contato com um veterinário para receber um diagnóstico exato.

Perda súbita de apetite

Se seu cachorro ativo e saudável começar a rejeitar a comida, o problema pode apontar para cólica abdominal. Se a perda de apetite for acompanhada das costas arqueadas, você pode assumir com ainda mais confiança que o animal está sofrendo de cólicas ou dores abdominais. Apenas um veterinário pode descobrir com certeza, mas monitore seu cachorro cuidadosamente. Se ele começar a vomitar ou mostrar sinais de diarreia, provavelmente será um problema digestivo.

Fraqueza e fadiga

Se seu cachorro estiver sofrendo de cólica abdominal, você pode esperar para ver um comportamento letárgico, movimentos lentos e, acima de tudo, indiferença. O cão pode deitar constantemente mesmo que durma raramente. Mesmo que o problema possa se resolver sozinho em alguns casos, deve-se levar o animal ao veterinário se a fadiga persistir por mais de 24 horas.

Abdômen distendido

Se você suspeita de cólicas abdominais, coloque sua mão gentilmente sobre o abdômen e procure sentir sinais de inchaço ou expansão. Quando um cachorro sofre de cólicas, o abdômen pode parecer especialmente firme ou esticado ao máximo.

Rigidez

Além de se mover devagar, um cachorro com cólicas abdominais provavelmente exibirá movimentos rígidos. As juntas podem continuar firmes a cada passo, às vezes dando a impressão de estar mancando. Como os outros sintomas, a rigidez também pode indicar um problema não relacionado ao abdômen, mas se você encontrar vários desses sintomas juntos, comece a tratar essa região. Tente privar o cachorro de comida por 24 horas e depois alimente-o com frango e arroz até que o problema se resolva.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível