Sintomas de intolerância à glicose

Escrito por michelle kerns | Traduzido por pamela oliveira
Sintomas de intolerância à glicose

Intolerância à glicose

Microsoft Office Online

A intolerância à glicose também é conhecida como tolerância diminuída à glicose ou pré-diabetes. Um indivíduo nesta condição possui os níveis de glicose no sangue fora dos padrões normais, mas não altos o suficiente para ser diagnosticado como diabetes. Enquanto muitos indivíduos não apresentam sintomas de tolerância diminuída à glicose, alguns têm sintomas característicos.

Outras pessoas estão lendo

Aspectos

O diabetes é tipicamente diagnosticado quando um indivíduo tem um nível de glicose no sangue de 126 mg/dl ou mais em dois testes de sangue de glicemia em jejum. Um indivíduo com tolerância diminuída à glicose terá níveis entre 100 e 125 mg/dl no sangue, quando em jejum. Pessoas com essa condição possuem um risco muito aumentado de desenvolver diabetes tipo 2, assim como problemas cardiovasculares, como doenças de coração e derrames.

Sede persistente

Um dos principais sintomas da tolerância diminuída à glicose é um grande aumento da sede, uma condição conhecida como polidipsia. Ela ocorre quando a quantidade de glicose no sangue inibe a captação de glicose da urina. A composição alterada desta diminui a quantidade de água que o rim reabsorve, resultando em uma perda anormal de fluidos na micção. O corpo fica desidratado e a sede excessiva é desencadeada.

Micção excessiva

A micção excessiva e frequente, ou poliúria, anda junto com a desidratação e a sede causadas pela alta concentração de glicose na urina em indivíduos com tolerância diminuída à glicose. Devido às altas quantidades de fluidos perdidas na urina, o corpo precisa de líquidos extras para compensar a perda. Isso, por sua vez, aumenta a necessidade de urinar frequentemente. A noctúria, ou a necessidade de levantar-se durante a noite para urinar, é outra faceta da poliúria que caracteriza a tolerância diminuída à glicose.

Visão borrada

Indivíduos com tolerância diminuída à glicose frequentemente apresentam problemas com visão embaçada, que gradualmente aumenta com o tempo. A raiz do problema está nas elevadas concentrações de glicose no sangue: ela pode, com o tempo, fazer as lentes dos olhos ficarem distorcidas.

Resistência à insulina

A resistência à insulina é outro sintoma comum da tolerância diminuída à glicose. Essa condição ocorre quando o corpo produz quantidades suficientes do hormônio pancreático, a insulina, mas as células são incapazes de responder corretamente aos seus níveis. Como a insulina é essencial no metabolismo da glicose, um indivíduo com resistência à insulina acaba ficando com altos níveis dela e de glicose no sangue. Pessoas nessa condição frequentemente ficam com manchas escuras abaixo da pele no pescoço, joelho, cotovelos e nas juntas dos dedos.

Não deixe de ver

Referências

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media