Aminofilina para gatos

Escrito por ann parks | Traduzido por peter luiz

O seu gato passa por longos períodos de tempo em que parece que ele está tendo dificuldade para respirar? Parece que o peito dele aperta e ele se esforça para sugar o ar? Seu gato pode ter asma felina, que é a inflamação crônica dos pulmões, ou ele pode estar doente, com bronquite ou pior, enfisema. Esses sintomas podem ser causados ​​por essas doenças com os mesmos resultados - o seu gato não consegue respirar.

Tratamento

Aminofilina é um broncodilatador poderoso projetado para expandir passagens de ar nos pulmões. A droga não é, na verdade, aprovada pela FDA (órgão americano que regula o uso de vários produtos) para utilização em medicina de animais, mas é amplamente usada no tratamento de gatos e está aprovada para utilização em seres humanos. Os broncodilatadores, como a aminofilina, funcionam relaxando os pulmões e os músculos que circundam as vias aéreas, o que permite mais entrada de ar. O medicamento diminui a sensibilidade dos pulmões à alérgenos e outras substâncias que podem causar inflamação.

Dosagem e administração

Se você pode fazer com que seu gato tome um comprimido, a dose habitual de comprimidos de aminofilina é de 2,25 mg por quilo a cada oito a 12 horas. A droga também está disponível em solução oral em uma dose de 105/5 ml e como um líquido injetável com uma concentração de 250 mg/10 ml. A aminofilina também está disponível como um supositório em 250 mg e 500 mg, como comprimidos mastigáveis e em gel; quando a situação é crítica, é possível a administração intravenosa por um profissional.

Precauções especiais

Não se deve dar aminofilina para gatos que mostraram reações alérgicas a essa classe de medicamentos ou para gatas gestantes ou amamentando. Deve-se tomar muito cuidado ao dar a droga para gatos que sofrem de doença hepática ou cardíaca. A aminofilina pode interagir com outras medicações como diuréticos, corticosteroides, cimetidina, efedrina, cetoconazol, rifampicina e cetoconazol. Alguns medicamentos podem diminuir a eficácia da aminofilina, como fenobarbital e fenitoína, enquanto outros medicamentos, como a cimetidina, eritromicina, Baytril ou Orbax podem, potencialmente, melhorar os efeitos da aminofilina. Tome cuidado ao usar aminofilina com betabloqueadores como o propranolol. Informe seu veterinário sobre outros medicamentos que seu gato esteja tomando.

Efeitos colaterais

Um gato que toma aminofilina pode sofrer de ansiedade, excitação, insônia, aumento da sede e urina, excesso de apetite, vômitos, diarreia e náuseas. Os efeitos colaterais normalmente diminuem ou desaparecem por completo quando a dose é ajustada ou o gato se acostuma.

Resultados esperados

Dependendo do método de administração, o tempo esperado para que seu gato sinta um alívio pode variar muito. Por exemplo, se administrada por via oral, a droga pode levar várias horas para funcionar, enquanto que, se administrada de forma intravenosa por um profissional, alívio será quase imediato e sua respiração será facilitada instantaneamente. No entanto, se a aminofilina é descontinuada, os sintomas do seu gato provavelmente irão se repetir.

Uma sessão de emergência, então, é melhor quando seguida da administração regular continuada em casa para fornecer uma quantidade consistente do medicamento e controlar os sintomas do seu gato.