O que são subsidiárias não-consolidadas ou empresas afiliadas?

Escrito por cam merritt | Traduzido por thiago andre scarani
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que são subsidiárias não-consolidadas ou empresas afiliadas?
De acordo com o tipo de participação, o registro nos livros contábeis varia (Hemera Technologies/Photos.com/Getty Images)

As empresas são responsáveis por seus investimentos em outras corporações com base no tamanho e natureza de sua participação. Quando uma empresa possui o controle de outra, ela geralmente precisa incluir todas as informações daquela empresa em seus balanços financeiros, como se fossem uma única empresa — um processo chamado de consolidação. As subsidiárias não-consolidadas e as afiliadas são empresas em que uma outra possui uma participação significativa, mas não o controle, que exigiria balanços consolidados.

Outras pessoas estão lendo

Níveis de controle

As regras que governam os relatórios financeiros corporativos definem dois níveis de investimentos entre empresas sem que uma controle a outra: passivo e influente. Em um investimento passivo, a companhia investidora é apenas outro acionista. Não possui uma fatia grande o suficiente da "empresa alvo" para afetar suas políticas ou estratégias corporativas. Um investimento influente, por outro lado, é grande o suficiente, para que a empresa investidora influa sobre a forma com que a empresa alvo trabalha, como, por exemplo, através de um cargo no conselho administrativo.

Tipos

Nas notas de rodapé dos balanços financeiros, uma empresa pode ou não divulgar a natureza de sua relação com suas subsidiárias não-consolidadas e empresas afiliadas, mas geralmente descreve como as trata para fins de contabilidade. Normalmente, elas são tratadas como investimentos influentes. As subsidiárias não-consolidadas são, muitas vezes, criadas pela própria empresa investidora — como em joint ventures criadas para dividir os custos com outra empresa, ou "entidades de propósito especial", empresas temporárias criadas para separar os gastos e renda de projetos específicos das finanças da empresa investidora em si. As afiliadas, por outro lado, geralmente são empresas independentes, das quais a investidora comprou uma participação influente.

Contabilidade

As regras contábeis geralmente descrevem um investimento passivo como sendo um que inclui até 20% das ações disponíveis de uma empresa, enquanto uma participação influente é aquela com mais de 20% das ações, mas menos de 50%. Essas são apenas regras gerais, pois é possível controlar uma empresa com menos de 50% de suas ações, e um investidor pode ser influente mesmo sem ter 20% das ações. Geralmente, fica a cargo da administração da empresa investidora decidir qual dos tipos de participação terá, mas essa decisão terá que ser aprovada pelos auditores externos da empresa. Em seus balanços financeiros, as empresas prestam contas de seus investimentos passivos através de mera informação do valor de mercado das ações que possuem, mas devem tratar os investimentos influentes através do método de contabilidade por igualdade.

Método por igualdade

No método por igualdade, a empresa relata seu investimento como um ativo de seu balanço, com um valor igual ao que a empresa pagou por sua participação na empresa alvo. Quando a empresa alvo lucra, o valor do investimento sobe de acordo com a parte do lucro que compete à investidora, e se ela tiver prejuízo, o valor cai de acordo com sua parte do prejuízo. Ao contrário dos investimentos passivos, o valor de mercado das ações não entra no cálculo — pois, por definição, uma participação influente permite que a empresa manipule este valor.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível