Talismãs associados com deuses Viking

Escrito por gabriel brown | Traduzido por etelvina siegel
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Talismãs associados com deuses Viking
Thor, o mais famoso dos deuses nórdicos, no topo de uma montanha comandandndo os relâmpagos e trovões (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

A religião nórdica foi baseada na invocação do poder contido nas runas para conceder a vontade de ultrapassar os desafios mais assustadores. As runas podiam ser transformados em pingentes, colares, amuletos ou outros talismãs para manterem o poder de um deus por perto. Embora a força fosse altamente valorizada, os Vikings punham muito valor em traços como sabedoria, auto-sacrifício e habilidade.

Outras pessoas estão lendo

Thor

O deus dos trovões, Thor, é o mais famoso dos deuses nórdicos. Ele é um guerreiro ousado, ardente, ruivo que atinge com bravura e entusiasmo seus inimigos e os inimigos da humanidade. O seu martelo "Mjolnir" é a arma com a qual ele aniquila seus adversários. É também o símbolo mais frequentemente associado a Thor. Pingentes e talismãs representando o "Mjolnir" são frequentemente usados para força. O martelo de Thor é a peça mais proeminente do simbolismo rúnico dos Vikings.

Hugin e Munin

Odin, o pai de todos, deus da sabedoria, pai de Thor tinha dois corvos companheiros. Os corvos gémeos se chamavam Hugin e Munin, nomes nórdicos que significam "pensamento" e "memória". Todas as manhãs eram enviados para patrulhar o mundo para que pudessem reportar tudo a Odin de noite. Os seus símbolos aparecem como dois corvos negros; um direcionado para baixo e à esquerda, enquanto o outro se direciona para cima à direita. Os talismãs de corvos podem ser usados por aqueles que procuram acuidade mental.

Tyr

Tyr é um deus ancião, mais velho que todo o panteão nórdico. Tyr é a mão da justiça e existe para manter ordem no universo. Ele é também a representação nórdica da honra. De acordo com a lenda, o lobo Fenris estava limitado de modo a não poder matar Odin e precipitar o fim do mundo, Ragnorock. Os deuses informaram o lobo que não seria caçado e, como segurança, Tyr ofereceu a sua mão para ser posta na boca do lobo. Sabendo perfeitamente que a intenção era amarrar o lobo, Tyr deu sua mão para que Fenris fosse preso e os deuses salvos. É por causa disso que Tyr é visto como o símbolo de honra e auto-sacrifício. As pessoas invocam o seu nome e runa, "Tiwaz", quando precisam dessa força interior.

Loki

Loki é outro filho de Odin; ele é o deus dos danos e trapaças. Em um mundo como o dos Vikings, esses traços predominavam nos maus. Poucas pessoas oravam a Loki, e esses que o faziam apenas esperavam ser delicadamente ignorados. Alguns porém procuravam o seu poder. Uma maneira de lhe mostrar respeito era respeitando a sua descendência. Loki tinha três filhos: Hel o rei do submundo de Niflheim; Jormungandr a serpente guardiã de Midgard; e Fenris o lobo. Surgiram cultos em torno de todos os filhos de Loki, e seus símbolos eram a visão do lobo Fenris, a serpente comendo sua própria cauda e a runa Hagalaz, que significa um ordem ameaçando a força. Todos são considerados talismãs de poder.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível