Técnicas de disciplina positiva para primeira infância

Escrito por jessica pope | Traduzido por lucas schiavo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Técnicas de disciplina positiva para primeira infância
Não perca a paciência ao disciplinar crianças pequenas (Jupiterimages/BananaStock/Getty Images)

Há muitas razões para crianças pequenas se portarem mal. Elas podem agir assim se experimentarem: falta de paciência, cansaço, fome, desejo de mostrar independência, confusão, decepção e ansiedade. Elas também podem ter sido recompensadas ao agir dessa forma, no passado, conseguindo o que queria ou recebendo atenção. Saber porque as crianças se comportam mal ajuda os pais e educadores a discipliná-las usando técnicas positivas e efetivas.

Outras pessoas estão lendo

Conecte-se através de diálogos

O diálogo é a chave da disciplina, a comunicação precisa ser feita dos dois lados, com adulto e criança se entendendo. Afirme que você dá valor as frustrações da criança, você pode dizer algo como "eu sei que limpar parece chato, mas nós dois ficaremos mais felizes num cômodo limpo", ou "eu quero que você leia o livro mesmo que seja difícil". Faça contato visual com a criança para mostra empatia e respeito.

Demonstre amor e afeto

Os disciplinadores precisam misturar carinho e afeto ao processo disciplinar. De acordo com o psicólogo Jan Jewett, as crianças respondem melhor quando adultos usam "técnicas que são dominantes (ao invés de técnicas autoritárias) e que oferecem a criança uma expressão de afeição". Já que as crianças muitas vezes se comportam mal pois se sentem desconectadas, é importante que o processo disciplinar afirme os seus valores como membros de um grupo.

Separe o stress de raiva

Parentes e educadores muitas vezes atribuem o mau comportamento nas crianças sem avaliar o contexto em que as crianças fizeram algo errado. Os adultos devem separar o seu próprio stress e ansiedade do comportamento da criança. Antes de tomar uma medida disciplinar, cheque mentalmente para saber se você não está exagerando. Os especialistas em desenvolvimento da criança S. Barakat e Janet A Clark sugerem perguntar a si mesmo questões como essa: "a criança sabia que o que ela estava fazendo era errado?", como parte desse processo mental.

Reorganize e redirecione

Se uma criança se comporta mal regularmente durante o mesmo período de tempo ou quando fazendo a mesma atividade, é importante descobrir o motivo. Os fatores do ambiente desempenham um papel importante no comportamento de crianças. Restruture a rotina diária se ela normalmente atrapalha a criança. Remova de vista objetos que a levam a se comportar mal. Distraia a criança de atividades que podem prover comportamento ruim.

Seja pró-ativo

Adultos podem evitar o mau comportamento ao interagirem pró ativamente com seus filhos. Ideias para disciplina pró-ativa incluem: descobrir a causa do mau comportamento, usar disciplina para educar, gratificar auto-disciplina e controle da raiva. Essas medidas ajudam a criança a aprendem a regular as suas ações.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível