Técnicas e estilos de beijos para atores

Escrito por natalie june reilly | Traduzido por alisson dantas
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Técnicas e estilos de beijos para atores
O beijo na tela não é tão espontâneo quanto parece ser (Michael Blann/Digital Vision/Getty Images)

O beijo em um filme é aquele momento especial entre dois atores, juntamente com a emoção da música em segundo plano. A música ajuda a criar o tipo de beijo que só Hollywood poderia sonhar. Enquanto o beijo na tela seja amado pela sua espontaneidade e paixão, ele em si é bastante técnico. Na verdade, como ator, o beijo é dividido em técnica e estilo: dependendo da visão do diretor, nem sempre é tão fácil ou tão espontâneo quanto parece.

Outras pessoas estão lendo

Técnica de câmera

Coloque a câmera no ângulo direito para simular o beijo. Essa técnica é usada quando a câmera é propositadamente colocada em um ângulo de maneira que não se possa realmente capturar os lábios dos atores. Na verdade, com esse ângulo de câmera, os lábios dos atores não precisam se tocar. Apenas a inclinação para a direita da cabeça dos atores dá a ilusão de um beijo apaixonado.

Beijo só com os lábios

Mantenha a boca fechada. Muitos atores não estão dispostos à ideia de beijar com a boca aberta. Se a cena pede ou se os atores têm uma aversão para trocar saliva com estranhos, o beijo de boca fechada é a melhor opção. No entanto, com a química certa, cinematografia e música, esse beijo pode ser tão apaixonado como o normal.

Beijo com a boca aberta

Franza o rosto para a filmagem de perto. Hoje em dia, o beijo de boca aberta é muito comum em Hollywood. É aquele beijo francês que faz do romance na filmagem um pouco estranho para alguns atores. De acordo com o site “filmsite.org”, o primeiro beijo de boca aberta em Hollywood foi filmado em 1926 no drama de Clarence Brown, "A carne e o diabo". Além disso, ele também foi o primeiro beijo horizontalmente posicionado.

Beijo de pós-produção

Misture-se a cena. A beleza do cinema é que ele pode transformar o beijo mais comum no mais apaixonado que se possa imaginar. Com a ajuda da pós-produção, o beijo na tela nunca foi tão apaixonado. Imagine dois amantes se revendo em uma estação de trem. Eles estão prestes a se beijar quando surge uma música emocionante, talvez uma das músicas mais famosas de Puccini. De repente, a câmera se aproxima, os lábios se encontrando como se não houvesse o amanhã. É o acúmulo do que é adicionado na pós-produção que leva o beijo para o próximo nível.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível