Terapia de mel para feridas

Escrito por wendy adams | Traduzido por david bueno
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Terapia de mel para feridas
O mel é um antibiótico tópico perfeito para tratar feridas (Medioimages/Photodisc/Photodisc/Getty Images)

O mel tem sido usado como um antibiótico tópico para tratar feridas durante milhares de anos, que remonta a Aristóteles (384-322 a.C.) e Dioscórides (cerca de 50 A.D.), que o  mencionou para o tratamento de feridas e úlceras. O uso do mel para o tratamento medicinal tem sido mencionado em textos religiosos, incluindo a Bíblia, Veda e do Corão. A medicina moderna e farmacêuticos têm diminuído a prática de usar o mel para tratar feridas, mas anote os benefícios. Colocar mel orgânico em um corte, queimadura, arranhão ou ferimento, servirá como antibiótico e acelerador da cicatrização.

Outras pessoas estão lendo

Porque o mel cura

O mel mata efetivamente as bactérias que criam a infecção. A elevada concentração de açúcar do mel faz com que ele seja quase que completamente desprovido de umidade. Isso faz com que o mel possa replicar uma esponja seca absorvendo líquido da área infectada. A aplicação tópica de mel mata as bactérias através da absorção de líquido e esgotando a umidade da infecção. Sem umidade, as bactérias não podem prosperar e morrem. Além disso, o mel natural produz peróxido de hidrogênio, que é comumente vendidos nas farmácias e é usado para desinfectar cortes e feridas. O mel contém uma variedade de compostos de flores (fitoquímicos) coletados pelas abelhas que engolem, digerem e regurgitam o néctar. Muitos tipos de néctar possuem fortes propriedades antibacterianas, tornando o mel um forte antibiótico natural.

O mel tópico

Use mel Manuka, que vem das árvores Manuka indígenas da Nova Zelândia, tem propriedades antibacterianas excepcionalmente altas. Compre este mel em sua loja de saúde local. Limpe o ferimento com água e sabão para desinfetar a área, e depois seque. Aplique mel diretamente na ferida limpa. Calcule a quantidade adequada de mel para aplicar com base na quantidade de fluido ou secreção presente, quanto mais estiver escorrendo a ferida, mais mel que você precisa. Assim que o mel começa a funcionar, o fluido da ferida diminuirá. Cobra a ferida com gaze estéril para manter o mel no lugar. Repita a aplicação e mude o curativo duas vezes por dia ou mais, se uma grande quantidade de fluido está presente na gaze.

Eczema

Eczema (dermatite atópica) é uma doença inflamatória crônica da pele caracterizada por manchas secas coceira no rosto, o interior dos cotovelos, atrás dos joelhos e nas mãos e nos pés. O eczema - com suas desagradáveis coceiras e manchas avermelhadas - pode ser tratado com sucesso com uma solução tópica de partes iguais de mel não processado, cera de abelha e óleo de oliva prensado a frio. Derreta a cera de abelha em uma panela, retire do fogo e adicione o mel e o azeite. Mexa enquanto a mistura estiver ainda quente e até estarem totalmente misturados. Guarde a mistura em um frasco cosmético plástico limpo e deixe-o na geladeira por até três meses. Aplique a mistura topicamente para áreas de eczema-infligidos três vezes ao dia.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível