Conhecimento

Tipos de asas de beija-flor

Escrito por charmaine jens | Traduzido por marina pastore
Tipos de asas de beija-flor

Beija-flores fêmeas têm caudas arredondadas com pontas brancas

Tom Brakefield/Stockbyte/Getty Images

Existem 17 espécies de beija-flor na América do Norte. Eles têm um metabolismo excepcionalmente alto devido às suas habilidades de voo incomparáveis. Esses pássaros podem voar para cima, para baixo, para frente, para trás, para os lados ou de cabeça para baixo. Seus pés são úteis apenas para empoleirar-se, já que eles devem voar para percorrer cinco centímetros ou mais. Os beija-flores vivem de três a quatro anos.

Asas de beija-flor

Os beija-flores têm um padrão de voo característico devido ao tipo de asas que possuem. Suas asas são flexíveis na altura do ombro, e eles são o único tipo de pássaro que reúne forças tanto no movimento ascendente quanto no descendente. Os beija-flores batem suas asas horizontalmente no formato de um 8, variando o movimento e o ângulo das asas à medida que se movem. Eles pairam no ar mantendo seus corpos eretos e, ao mesmo tempo, expandindo e contraindo as penas da cauda. Ao invés de tomarem impulso em uma superfície para voar, eles ganham altura batendo as asas em velocidade máxima. O ritmo em que os beija-flores batem suas asas depende de seu tamanho – quanto menor o pássaro, mais rápidas são as asas. A maior parte dos beija-flores norte-americanos bate as asas em um ritmo médio de 53 vezes por segundo.

Características das asas de beija-flor

As penas iridescentes da garganta do beija-flor macho estão entre as mais especializadas de todas as penas de pássaros. Aproximadamente um terço da parte exterior de cada pena é iridescente. A iridescência das penas do beija-flor é criada por "bárbulas" lisas, planas e produtoras de cor, que são pequenas subpenas dentro de cada pena. Os pigmentos que produzem a cor são organizados em um mosaico compacto de oito a dez camadas sobrepostas, o que cria cores e efeitos visuais intensos sob diferentes condições de luz. Os efeitos visuais característicos das asas de beija-flor são resultado da estrutura física das asas, assim como de uma combinação de refração da luz e pigmentação, chamada de melanina.

Beija-flor-de-allen e beija-flor-de-anna

O beija-flor-de-allen (Selasphorus sasin) macho é menor do que a fêmea, tem a garganta iridescente de cor vermelha acobreada e as costas e cabeça de um bronze esverdeado metálico. As fêmeas distinguem-se pelo peito e garganta vermelhos com manchas brancas. O beija-flor-de-anna (Calypte anna) é caracterizado pelas asas escuras com pontas brancas. Os machos também têm manchas brancas sob os olhos e a cabeça e garganta de um vermelho profundo e iridescente.

Amazilia beryllina e beija-flor-de-garganta-preta

Os beija-flores da espécie Amazilia beryllina têm o corpo verde-esmeralda com roxo na parte traseira, nas asas e nas penas da cauda. O beija-flor-de-garganta-preta (Archilochus alexandri) é o menos colorido de todos os beija-flores, e tem a garganta preta com um colarinho branco.

Beija-flor-de-garganta-azul e Cynanthus latirostris

O beija-flor-de-garganta-azul (Lampornis clemenciae) é a maior espécie de beija-flor. Ele é caracterizado por ter linhas brancas finas acima e abaixo dos olhos. Os machos distinguem-se das fêmeas por suas gargantas azuis brilhantes e pelas penas azul-escuras da cauda. O Cynanthus latirostris tem a garganta de uma cor azul metálica e o bico de um vermelho alaranjado. Os machos têm pontas negras no final do bico.

Beija-flor-de-cauda-larga e Amazilia yucatanensis

O beija-flor-de-cauda-larga (Selasphorus platycercus) tem asas que criam um som sibilante durante o voo, parecido com o de um grilo. Os machos têm gargantas rosadas, enquanto as fêmeas têm manchas negras no peito e penas cor de cobre na cauda. Os beija-flores da espécie Amazilia yucatanensis são caracterizados pela presença de anéis brancos em torno dos olhos e pela barriga de cor amarelada.

Beija-flor-calíope e beija-flor-da-costa

O beija-flor-calíope (Stellula calliope) macho se distingue pelas marcas roxas, que se estendem a partir de sua garganta. As fêmeas têm listras de cor escura na garganta. O beija-flor-da-costa (Calypte costae) macho tem a cabeça de cor violeta e penas excepcionalmente longas na garganta. As fêmeas são menos coloridas, não têm as penas longas e têm as costas e a cabeça verdes.

Beija-flor de Lúcifer e beija-flor-magnífico

O beija-flor de Lúcifer (Calothorax lucifer) tem um bico característico que se curva para baixo. Os machos têm a garganta de cor magenta. O beija-flor-magnífico (Eugenes fulgens) é o segundo maior beija-flor. Ele se distingue pela testa e coroa roxas. As fêmeas têm as pontas das penas da cauda de cor cinza perolado.

Beija-flor-de-pescoço-vermelho e beija-flor-ruivo

O beija-flor-de-pescoço-vermelho (Archilochus colubris) é a espécie mais comum de beija-flor da América do Norte. Os machos têm gargantas iridescentes de cor vermelha e caudas bifurcadas. As fêmeas são diferenciadas dos machos pelo pescoço branco. O beija-flor-ruivo (Selasphorus rufus) é caracterizado pela garganta de cor vermelha alaranjada e pelo peito branco.

Amazilia violiceps, Hylocharis leucotis e Hylocharis xantusii

Os beija-flores da espécie Amazilia violiceps têm a cabeça azul arroxeada e bicos vermelhos com pontas negras. Já o Hylocharis leucotis tem o característico queixo verde azulado iridescente, listras brancas nas orelhas e o bico vermelho. O Hylocharis xantusii é caracterizado pela listra branca que se estende a partir dos olhos e pela barriga cor de canela.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media