Qual é a diferença entre sépalas e pétalas?

Escrito por kimberly napier | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Qual é a diferença entre sépalas e pétalas?
As sépalas protegem o botão de rosa durante o desenvolvimento (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Os horticultores classificam as flores de duas maneiras: completas ou incompletas. Uma flor completa possui um pistilo, estame, pétalas e sépalas. Em uma flor incompleta, uma ou mais dessas partes estão ausentes. Se as pétalas estiverem ausentes em uma flor, ela é apétala. Se as sépalas estiverem ausentes, ela é assépala. Os horticultores classificam como nuas as flores nas quais pétalas e sépalas estão ausentes.

Outras pessoas estão lendo

Finalidade da sépala

As sépalas são as partes semelhantes a folhas que envolvem o botão da flor. Localizam-se em sua parte inferior. Elas se dobram e protegem o botão fechado contra o clima ou lesões durante o desenvolvimento. Em geral, há duas ou cinco sépalas em uma flor.

Finalidade das pétalas

A principal tarefa das pétalas é atrair colibris e insetos para que possa ocorrer a polinização. As pétalas também protegem o estame e o pistilo, que são as partes das plantas necessárias para a reprodução. As glândulas na base das pétalas, chamadas nectários, produzem um néctar doce. O néctar, a fragrância e as cores das pétalas são o que atrai os polinizadores. A habilidade da flor em atrair polinizadores, usando cores e aroma, é demonstrada pela madressilva. Suas flores, vistosas e chamativas, atraem insetos e beija-flores durante o dia. À noite, o doce perfume atrai mariposas.

Cores e classificação

Em geral, as sépalas são verdes e as pétalas são a parte mais brlhante da flor. Há ocasiões em que as sépalas podem ser coloridas, sendo da mesma cor ou contrastando com a das pétalas, sendo então denominadas petaloides. Hortênsias e Clematis não têm pétalas. Em seu lugar, há sépalas coloridas com aparência semelhante a pétalas.

Tépalas

Tépalas, ou segmentos indiferenciados de perianto, ocorrem quando não é possível discernir a diferença entre pétalas e sépalas. São exemplos destas as tulipas, açucenas, lírios e orquídeas. Isso ocorre quando as ligações ancestrais são fortes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível