Tipos de parafusos cirúrgicos

Escrito por catalina bixler | Traduzido por gabriela drumond
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tipos de parafusos cirúrgicos
Parafusos cirúrgicos mantêm os ossos unidos (skeleton image by Wingnut Designs from Fotolia.com)

A finalidade do uso determina o tipo de parafusos cirúrgicos selecionados para a reparação interna de fissuras e fraturas ósseas. Empregados isoladamente ou em combinação a placas cirúrgicas, hastes ou pregos, os parafusos cirúrgicos comprimem ossos rachados e quebrados, permitindo seu emendo com o crescimento de novas células osteogênicas. Alguns modelos de parafusos cirúrgicos trabalham com tipos específicos de fraturas e, dependendo do tipo de lesão óssea, diversos parafusos podem se manter indefinidamente no corpo, enquanto outros podem ser removidos após a cura da lesão.

Outras pessoas estão lendo

Parafuso dinâmico do quadril

Como peça cirúrgica especializada, o parafuso dinâmico do quadril une fraturas da proeminência óssea próxima à extremidade do encaixe do fêmur no osso do quadril. Ele consiste em um conjunto de parafusos individuais ligados a duas placas articuladas. O parafuso dinâmico de compressão do quadril une as partes do osso danificado e permite o movimento do fêmur no encaixe do quadril, criando a tensão dinâmica adequada e oferecendo a expectativa de uma cura normal da fratura.

Tipos de parafusos cirúrgicos
Parafusos dinâmicos de quadril compactam os ossos danificados (hip replacement image by JASON WINTER from Fotolia.com)

Parafuso cortical

Projetado com linhas finas em todo o comprimento do parafuso, o parafuso cirúrgico de osso cortical une e firma os ossos danificados e doentes no material mais denso no esqueleto humano. O parafuso cortical une fraturas e rupturas em ossos corticais compactos e menos porosos, como os encontrados em ossos longos como o fêmur, na perna, e o úmero, no braço.

Tipos de parafusos cirúrgicos
Parafusos corticais sustentam o tecido ósseo externo (broken image by Allyson Ricketts from Fotolia.com)

Parafuso esponjoso

A força de retenção de um parafuso de osso cirúrgico é medido com relação à quantidade de contato metal-osso. O osso esponjoso, ao contrário do cortical, contém material macio e poroso, o que exige o desenho especializado do parafuso esponjoso, com sua segmentação mais esparsa. Essa construção mais longa iguala a quantidade de contato metal-osso do parafuso esponjoso com a quantidade de contato da mais fina de um parafuso no osso cortical mais denso, proporcionando assim uma força de retenção igual.

Parafuso de interferência

Usado em cirurgias reconstrutivas do joelho, o parafuso cirúrgico de interferência segura as peças de reparação dos ossos das extremidades que estão ligadas ao ligamento cruzado anterior (LCA) e removidas de um cadáver doador. Os ossos das extremidades se encaixam através de um túnel perfurado nos ossos da coxa e panturrilha, permitindo a substituição do ligamento LCA. Colocado ao longo dos dois blocos implantados de osso, o parafuso cirúrgico de interferência mantém o transplante imóvel.

Tipos de parafusos cirúrgicos
Cirurgias de reposição de tecidos para o joelho usam o parafuso de interferência (knee replacement image by JASON WINTER from Fotolia.com)

Parafuso Acutrak

O uso do parafuso Acutrak auxilia a remendar pulsos ou fraturas do escafoide. Já que fraturas e quebras do pulso tem pouco tecido ósseo circundante permitindo as aplicações típicas de parafusos cirúrgicos, o parafuso sem cabeça totalmente rosqueado Acutrak permite o implante por baixo da superfície óssea. Este parafuso melhora a força de retenção em fraturas ou na remoção de ossos através da osteotomia, permitindo a colocação do parafuso onde quer que seja o local da cirurgia.

Tipos de parafusos cirúrgicos
O parafuso Acutrak une fraturas de pulso do carpo (la mano image by caironbohemio from Fotolia.com)

Parafuso canulado

Preferido por suas características de precisão na colocação, o parafuso cirúrgico do tipo canulado trabalha com um fio-guia, ou fio de Kirschner (K), que os cirurgiões colocam nas áreas do osso danificado previamente furando uma cavidade. Protegendo-se a posição desejada do fio K, o cirurgião coloca o parafuso no osso ao longo do eixo do fio e, com o parafuso em posição, o o remove em seguida.

Parafuso Herbert

Usado quando parafusos cirúrgicos padrões invadem os tecidos adjacentes, o parafuso Herbert de eixo oco vem com ambas as extremidades contendo roscas e correndo na mesma direção. O desenho das roscas dos parafusos Herbert protegem os ossos fraturados que são unidos por ligamentos, como, por exemplo, o pulso, o pé e a mandíbula. O rosqueamento inserido mais proximamente ao osso se move através dele com mais rapidez do que a outra extremidade do parafuso, fazendo com que os dois ossos que se unam para a emenda.

Tipos de parafusos cirúrgicos
O parafuso de Herbert é usado para unir pequenos ossos fraturados, como nos pés e mãos (x-ray image by Claudio Calcagno from Fotolia.com)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível