Tipos de plantas arbustivas africanas

Escrito por kristen marquette | Traduzido por angela spada
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tipos de plantas arbustivas africanas
Os ramos do guarri, um arbusto comum, podem ser usados como escova de dente (river in Africa rock desert image by Thor from Fotolia.com)

A África, terra selvagem, indomável, constitui o arbusto africano. Os desertos cobrem uma grande porção do continente, enquanto as savanas situam-se entre estes e as florestas tropicais. Tanto os desertos como as savanas sofrem com a escassez de chuva a maior parte do ano. As plantas, nesses biomas, devem se adaptar à falta de água, ao solo precário e às altas temperaturas. Mas a vegetação na floresta tropical cresce de maneira ampla e abundante.

Outras pessoas estão lendo

Judeu-errante

Encontrado em jardins de ervas, assim como em toda a vegetação arbustiva africana, o arbusto judeu-errante (Commelina africana) cresce até 0,5 m de altura, com raízes longas e grossas. As folhas dessa erva perene podem ser planas ou dobradas. Entre outubro e março, o arbusto produz pequenas flores amarelas. Esta planta, que se espalha rapidamente, prefere solo arenoso ou rochoso. Segundo o site do South African National Biodiversity Institute, algumas culturas usam essa planta de várias formas: como ingrediente de feitiço para esterilidade, fertilizante, alimento de porcos e para tratar doenças venéreas.

Arbusto de passas

Vinte e sete espécies de arbustos de passas (Grewia flava) crescem no sul do Saara. Esses arbustos se assemelham a uma pequena árvore, alcançando uma altura de 2 m. Os ramos longos e retos desses arbustos servem para fazer arcos, flechas e bastões de fricção usados para acender fogo. A casca do arbusto pode ser usada para fazer corda, enquanto suas folhas podem ser dessecadas e usadas em chá. O arbusto de passas produz flores amarelas, assim como frutos marrom-avermelhados comestíveis. O Safari Guide adverte que essas bagas reduzem as sensações de sede, mas não se deve esquecer-se de beber água, ao jantar essas frutas no mato.

Arbusto-azul

O arbusto-azul, (Diospyros lycioides) é também conhecido como cainito e ameixa-de-macaco. Encontrado na África do Sul, em muitos habitats diferentes, esse arbusto perene pode atingir 5 m de altura, com uma casca lisa, ramos flácidos, folhas verde-azuladas, flores amarelas e fruto vermelho comestível. Pássaros, macacos e seres humanos consomem esses frutos doces, com polpa gelatinosa. Esses frutos podem também ser usados para fazer mingau de cereal e cerveja. Embora o arbusto-azul cresça em regiões rochosas, de mato trançado, em florestas e gramados, ele prefere solos bem drenados.

Guarri-natal

O guarri-natal (Euclea natalensis) cresce em toda a vegetação africana. Considerado um arbusto ou uma pequena árvore arbustiva, o guarri-natal cresce tipicamente entre 4 e 10 m de altura, embora no tempo quente e com muita água, ele possa alcançar 18 m de altura. O tamanho, a forma e a pilosidade das folhas são variáveis. Quando aparecem folhas novas, elas têm cor verde-pálida e douradas, que, gradualmente, se aprofundam com o tempo. O arbusto, nos meses de junho e outubro, produz flores amarelas, em forma de sino. Entre os meses de agosto e março, o guarri-natal ostenta frutos polposos e comestíveis.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível