Tratamento da dor no peito causada pela ansiedade

Escrito por grace ferguson | Traduzido por heloisa alves cardoso
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O horror de um ataque de ansiedade pode ser tão intenso que as vítimas muitas vezes se sentem como se estivessem em uma situação de perigo de morte. Essa reação muitas vezes resulta em palpitações cardíacas ou dor no peito, que podem ser parecidas com um ataque real de coração. Você pode aliviar sua dor no peito aplicando uma série de estratégias.

Outras pessoas estão lendo

Medicação

A dor no peito causada pela ansiedade pode ser tratada usando-se benzodiazepínicos e antidepressivos. Seu médico pode prescrever ansiolíticos ou alprazolam, que incluem os benzodiazepínicos, ou imipramina, um antidepressivo. Para determinar se esses medicamentos são adequados para você, consulte seu médico. Eles também podem ser viciantes e podem causar efeitos secundários graves. Antes de prescrever-lhes seu médico deve informá-lo dos riscos envolvidos. Embora os medicamentos possam ajudar a dor no peito, eles são mais eficazes quando combinados com a terapia comportamental.

Terapia comportamental

Duas das formas mais eficazes de tratamentos de ansiedade são a terapia cognitivo-comportamental e a terapia de exposição. A terapia cognitivo-comportamental centra-se no padrão de pensamento do paciente e o comportamento irracional que ele exibe como resultado desse pensamento. A dor no peito resultante de ataques de pânico muitas vezes é desencadeada por um profundo medo irracional ou fobia que o paciente tem em relação a determinadas situações. É através da terapia cognitivo-comportamental que ele aprende a perceber o que fazer com que esses pensamentos irracionais e como trabalhá-los.

A terapia de exposição coloca o paciente em um ambiente onde o terapeuta apresenta-lhe imagens reais ou simuladas, projetadas para resolver a raiz do seu medo. Por exemplo, se ela tem fobia de cobras, o terapeuta vai presenteá-la com imagens reais ou imaginárias das cobras. Nesta atmosfera controlada e terapêutica, o paciente aprende como enfrentar a fonte de sua fobia, como abandonar gradualmente o seu medo e como ganhar mais autocontrole.

Técnicas de exercício e relaxamento

No caso de ataques de ansiedade moderados, o exercício pode ajudar a aliviar a dor por completo. Por vezes, os ataques de pânico resultam de estresse, e exercitar-se durante 30 minutos, de três a cinco vezes por semana, é altamente recomendado. Para o efeito máximo, faça uma hora de exercício aeróbico na maioria desses dias. Isso pode incluir caminhada, corrida, ciclismo e natação.

As técnicas de relaxamento, como meditação e exercícios de respiração, podem ajudar a estabilizar a sua frequência cardíaca irregular e, assim, aliviar a dor no peito causada pela ansiedade. Ao atravessar uma crise de pânico, inspire e expire lentamente enquanto conta até 10. Repita isso sempre que necessário, até diminuírem suas palpitações no coração. Essas técnicas ajudam a acalmar seus pensamentos turbulentos, aumentando assim a sua saúde emocional.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível