Tratamento para endometrite pós-parto

Escrito por ryan mchargue | Traduzido por marina villar
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamento para endometrite pós-parto
A endometrite pós-parto é uma infecção no revestimento uterino (Brand X Pictures/Brand X Pictures/Getty Images)

A endometrite pós-parto é uma infecção no revestimento uterino que ocorre depois de dar a luz (indicado pelo termo "pós-parto"). Ela afeta de 1% a 3% das mulheres que têm partos normais e de 5% a 15% das mulheres que têm cesárea. Mais de 35% das mulheres que passam por uma cesariana depois de condições prolongadas para tentar o parto normal desenvolvem essa infecção.

Outras pessoas estão lendo

Causas e sintomas

A endometrite pós-parto é causada por uma bactéria que geralmente já está dentro da cavidade vaginal, cervical ou intestinal. O útero é geralmente estéril (impedindo outras complicações) até que o saco amniótico se rompe e a infecção ocorre devido ao estresse do parto ou durante a extração do feto. Diferentes tipos de bactérias podem ser agentes infecciosos, mas o culpado é geralmente o estreptococo ou o E. coli. Se não for tratada rapidamente, a infecção pode se espalhar para outras partes do corpo, incluindo o sangue, e se deixada de lado por tempo suficiente, pode ser fatal.

Pacientes com a infecção endometrite pós-parto geralmente apresentam sintomas típicos de infecção por bactéria. Isso inclui febre, sensação geral de desconforto, e um rápido batimento cardíaco, e geralmente ocorre dentro de 36 horas da alta do hospital depois do parto. O desconforto do abdômen, a sensibilidade do útero, e o corrimento vaginal com cheiro, também são sintomas comuns. Se a infecção se espalhar para os tecidos conectados e adjacentes ao útero, a dor pode se tornar severa.

Tratamento e prognóstico

O tratamento mais eficaz para a endometrite é profilático. Antes do parto, especialmente se uma cesárea não programada será feita, o médico pode administrar um antibiótico para prevenir a endometrite pós-parto, e tem se mostrado eficaz em estudos. Se tratada depois de os sintomas aparecerem, diferentes classes de antibióticos intravenosos (cefalosporina, penicilina e carbapenêmico) podem ser usados para combater a infecção antes que torne-se sistêmica e se espalhe para outras partes do corpo. Em casos mais severos, uma combinação de tratamentos de antibióticos pode ser usada.

Se não descoberta e colocada sob controle rapidamente, a endometrite pós-parto pode ser fatal devido à infecção sistêmica resultante e choque séptico. Embora seja possível, a morte por essa condição é rara, especialmente nos Estados Unidos, embora em áreas mais pobres a taxa de mortalidade possa ser alta. Para a maioria das novas mães que foram diagnosticadas com essa infecção, o tratamento tem ação rápida e o prognóstico é bom. Novamente, o tratamento rápido é importante, pois se a infecção se espalhar para outros órgãos ou para o sangue, pode levar ao choque séptico ou morte.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível