Tratamento para a neuropatia motora multifocal

Escrito por dana severson | Traduzido por ana carolina prado almeida
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Tratamento para a neuropatia motora multifocal
Converse com o seu médico sobre a neuropatia motora multifocal (Digital Vision./Photodisc/Getty Images)

A neuropatia motora multifocal (NMM) é considerada um distúrbio muscular progressivo, de acordo com o National Institute of Neurological Disorders, que faz com que os músculos do corpo, especificamente as mãos, enfraqueçam e atrofiem devido a uma deficiência do sistema imunológico. Normalmente, essa condição acarreta apenas umas das mãos, de modo que a fraqueza geralmente se torne nítida, especialmente quando se comparar uma mão com a outra. Há algumas formas de tratamento que podem ajudar as pessoas que sofrem de neuropatia motora multifocal.

Outras pessoas estão lendo

Imunoglobulina intravenosa

Uma forma de tratamento para a neuropatia motora multifocal envolve a administração intravenosa de imunoglobulina, que são anticorpos no sangue. Como essa doença se caracteriza como uma "desordem imunologicamente mediada", de acordo com John Hopkins, impulsionar o sistema imunológico de uma pessoa através do uso de imunoglobulina pode tratar a condição e fazer com que a mão afetada fique forte novamente. Essa forma de tratamento implica em injeções sistemáticas de imunoglobulina ao longo de um período de tempo, seguida por uma série de doses de manutenção.

Ciclofosfamida

Embora o tratamento mais comum para a neuropatia motora multifocal geralmente consista na aplicação de imunoglobulina intravenosa, várias pessoas têm visto resultados positivos do uso de ciclofosfamida, um imunossupressor usado para muitas doenças autoimunes. Esse medicamento altera a maneira pela qual o sistema imunológico reage a essa condição particular, combatendo a fraqueza e a atrofia potencial que muitas vezes vêm com a neuropatia motora multifocal.

Azatioprina

Algumas pessoas podem sentir uma melhora na força muscular e movimento através do uso de azatioprina, um outro imunossupressor usado no tratamento de muitas doenças autoimunes. Muito parecida com a ciclofosfamida, a azatioprina altera a maneira pela qual o sistema imunológico reage à neuropatia motora multifocal. Com essa alteração, pode-se ver uma melhora na força e mobilidade da mão.

Corticosteroides

Caso não perceba resultados positivos com o uso de alguma imunoglobulina intravenosa ou terapia imunossupressora (com ciclofosfamida ou azatioprina), o médico poderá tentar usar esteroides, mais especificamente corticosteroides, para tratar a neuropatia motora multifocal. Essa forma de tratamento trata a inflamação que pode acompanhar a condição; no entanto, não é tão eficaz quanto a imunoglobulina intravenosa ou ciclofosfamida e raramente é usada sozinha. Às vezes, as pessoas também experimentam uma diminuição na força da mão afetada com a administração de esteroides.

Sem tratamentos

Outra forma de tratamento que pode ser pedida ao sofrer de neuropatia motora multifocal é não fazer tratamento algum. Às vezes, essa condição particular é tão leve, que a fraqueza não é um problema e não é necessário tratamento, de acordo com o National Institute of Neurological Disorders. O médico examinará os seus sintomas para determinar se o tratamento é necessário. A partir daí, você continuará a receber exames para observar a condição. Quando os sintomas piorarem, o médico poderá recomendar uma das formas de tratamento já mencionadas. Sabendo-se disso, nem todas as pessoas com neuropatia motora multifocal terão a doença agravada.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível