Treinamento em eletrônica para um técnico de raio X

Escrito por denise nyland | Traduzido por fernanda afonso
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Treinamento em eletrônica para um técnico de raio X
Radiólogos devem entender os componentes eletrônicos das máquinas de raio X para administrar a radiação com propriedade (an X-ray of a chest image by alma_sacra from Fotolia.com)

Uma educação em eletrônica é muito importante para o técnico em radiologia (técnico de raio X ou radiólogo). Ao entender como um raio X é gerado e controlado, o radiólogo é capaz de regular de forma segura fatores técnicos (voltagem e amperagem) para criar diagnósticos radiográficos e evitar a superexposição do paciente à radiação. O sistema gerador de raios X possui três componentes principais: painel de operações, tubo de raio X (onde os raios X são produzidos) e gerador (onde a eletricidade é transformada e retificada). O conhecimento minucioso do gerador ajudará o radiólogo a tomar e colocar em prática decisões apropriadas em relação a fatores técnicos.

Outras pessoas estão lendo

Volts e amperes: dois termos utilizados com frequência por radiadores

Pode-se definir voltagem como uma pressão elétrica que força uma corrente elétrica através de um condutor. Quando o radiólogo ajusta a voltagem (kVp) no painel, isso determina o poder de penetração do feixe de raio X. Pacientes de diversos tamanhos e partes diferentes do corpo requerem diferentes voltagens. 1 ampere (amp) é igual a 1 coulomb fluindo através de um condutor a cada segundo. Um coulomb é uma quantidade específica (63.000.000.000.000.000.000 elétrons). Ao ajustar a amperagem no painel, o técnico de raio X controla a quantidade de radiação por segundo usada para o exame.

Circuito de cronometragem

Os equipamentos modernos de raio X utilizam dispositivos de cronometragem eletrônica para definir o tempo de exposição dos pacientes à radiação. Os técnicos precisam ser capazes de calcular a quantidade de miliamperes por segundo para controlar a quantia total de radiação que estão usando para operar um exame de raio X. Os cronômetros modernos expressam o tempo de exposição em milissegundos e os antigos o expressam em decimais ou frações de segundo.

Retificação

O radiólogo deve entender como os efeitos de retificação do um gerador afetam a saída de radiação para conseguir operar diferentes máquinas de raios X. A retificação altera essencialmente a corrente alternada (fornecida pela empresa de energia elétrica) para corrente contínua (utilizada pelo tubo de raio X). Unidades de raios X típicas têm retificação monofásica de meia onda, retificação monofásica de onda completa, trifásica, retificação de 12 pulsos ou retificação de alta frequência. Diferentes geradores variam na eficiência de produção de raios X. Compreender a diferença entre a eficiência dos retificadores é essencial para definir fatores técnicos precisos (kVp e mAs) no painel.

Transformadores

A função dos transformadores em um sistema de gerador de raio X é aumentar ou diminuir a voltagem da eletricidade fornecida. Se a unidade de raio X é fornecida com 440 volts, a voltagem de entrada tem que ser aumentada centenas de vezes pelo transformador para produzir raios X. Quando o radiologista ajusta o kVp no painel, o autotransformador (transformador variável) modifica a voltagem fornecida para o tubo de raio X e o poder de penetração do feixe de raios.

Avaliação de imagem e o sistema de geração de raios X

Uma qualidade de imagem insuficiente deve ser corrigida antes que os filmes sejam enviados para o radiologista (médico que se especializa em radiologia) realizar sua leitura. O radiólogo deve avaliar a qualidade da imagem para apurar a densidade (intensidade da sombra), contraste e claridade. Estes fatores são amplamente controlados por meio de ajustes de fatores técnicos. Ao verdadeiramente compreender os componentes do sistema de geração de raios X, o radiólogo é capaz de efetuar as correções necessárias.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível