Três Usos de Eletroímãs

Escrito por jeremy cato | Traduzido por amanda bolognini
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Três Usos de Eletroímãs
MRIs são dispositivos magnéticos revolucionários que usam eletroímãs. (Jupiterimages/Polka Dot/Getty Images)

Eletroímãs estão em toda parte. Você raramente considera esse fato, mas toda vez que acelera o motor de seu carro, liga seu laptop ou outro dispositivo eletrônico ou visita o médico para um exame de ressonância completa de seu corpo, você está colocando um eletroímã em uso. Eletroímãs são usados em milhares de dispositivos e desempenham funções essenciais em tecnologia avançada.

Outras pessoas estão lendo

O que é um eletromagneto?

Um eletroímã é um ímã criado quando uma corrente elétrica é aplicada a certo material. A corrente elétrica cria um campo magnético que pode ser manipulado usando um fio enrolado como bobina, criando camadas de campos magnéticos e assim reforçando a potência magnética da bobina. Inserindo-se um núcleo de ferro no centro da bobina, o ímã fica ainda mais forte. Quando a corrente elétrica é removida, as propriedades magnéticas se perdem. Controlando-se a corrente elétrica, o eletroímã pode ser controlado.

Elevação Industrial

Um dos usos de eletroímãs que muitas pessoas raramente observam é a elevação industrial. Eletroímãs são usados extensivamente em lixões e ferros velhos para mover grandes pilhas de metal. Esses grandes eletroímãs são compostos de uma placa de ferro gigante ligada a um guindaste. Uma corrente elétrica é enviada para a placa, criando um ímã poderoso o suficiente para elevar toneladas de metal. O material pode então ser transportado para uma localização diferente para processamento.

Exames de Ressonância Magnética

Os grandes dispositivos médicos conhecidos como MRIs (aparelhos de ressonância magnética) funcionam, como o nome sugere, através do uso de poderosos eletroímãs. Quando uma pessoa é colocada dentro de um MRI, os aparelhos magnetizam os átomos em seu corpo. Os núcleos dos átomos enviam um sinal magnético aos outros componentes do aparelho que produzem um scan de várias partes do corpo. Médicos podem usar essa imagem para determinar a localização exata de problemas no paciente e desenvolver uma cura. Aparelhos de MRI permitem uma visão incrivelmente detalhada de dentro do corpo de uma pessoa sem usar radiação ou cirurgia.

Transporte

Sim, eletroímãs também são usados para transportar pessoas em alta velocidade. Trens de levitação magnética usam eletroímãs super-poderosos para mover-se a velocidades de centenas de milhas por hora. O princípio científico que permite isto é chamado de suspensão magnética. Permite a um objeto literalmente levitar sobre uma superfície. A suspensão eletromagnética funciona porque um objeto carregado eletromagneticamente não pode atingir um equilíbrio estável dentro de um campo eletrostático. Quando a corrente é constantemente alterada, a atração magnética de um objeto é alterada também. A levitação magnética nos trens permite ao veículo mover-se rapidamente para alcançar os campos magnéticos variáveis. Esse meio de transporte também economiza energia elétrica por delegar às forças magnéticas grande parte do trabalho.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível