Uso de extrato de arnica em cuidados capilares

Escrito por shannon moudry | Traduzido por ana rodrigues
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Uso de extrato de arnica em cuidados capilares
Flor de arnica

A arnica é uma erva de floração que pertence à família da margarida. Espécies dela podem ser encontradas crescendo naturalmente nas pastagens de altas montanhas do Canadá, Sibéria e Estados Unidos. Flores de arnica são colhidas à mão e o seu extrato é removido. O extrato de arnica está, então, pronto para uso pelos consumidores, incluindo o uso em cuidados capilares.

Outras pessoas estão lendo

História

A arnica tem sido usada como um remédio à base de ervas ao longo da história para tratar várias condições de saúde e beleza. O uso mais comum do extrato de arnica, desde o ano de 1500, tem sido na forma de uma pomada ou óleo, que é aplicado diretamente na pele. Durante a década de 1700, a arnica encontrou seu caminho para a medicina homeopática e desde então tem sido utilizada como uma medicina interna também.

Função

A arnica é frequentemente usada em produtos capilares por causa de suas propriedades anti-inflamatórias que podem ajudar a controlar a caspa e promover o crescimento de cabelo. O extrato de arnica pode ser usado com segurança em preparações capilares com uma concentração de 1% a 2%. Ele também atua como um antibiótico que pode ajudar no tratamento de infecções no couro cabeludo.

Tipos

Existem dois tipos básicos de arnica: a arnica chamonesis e a arnica montana. A primeira é muito parecida com arnica montana, mas suas flores são um pouco menores. Ela pode ser muito tóxica mesmo se utilizada em doses muito baixas. A arnica montana, no entanto, é o único tipo de arnica com propriedades medicinais e é o tipo utilizado em muitos remédios de ervas, incluindo produtos para o cabelo.

Benefícios

O extrato de arnica em condicionadores e óleos capilares é usado para rejuvenescer o couro cabeludo e também para estimular os folículos pilosos, que por sua vez fortalecerão o cabelo e evitarão sua queda prematura. O extrato de arnica também pode ajudar a prevenir o envelhecimento precoce dos cabelos.

Precauções

Algumas pessoas são alérgicas ao extrato de arnica, então, você deve prestar atenção para reações adversas, tais como irritação da pele, descamação ou formação de bolhas. Também atente para palpitações cardíacas ou irregularidades, tonturas, vômitos, nervosismo e desorientação. Suspenda o uso da arnica se você tiver algum destes efeitos secundários e contacte o seu médico imediatamente. O extracto de arnica não deve ser utilizado na pele descamada ou em feridas abertas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível