Yorkshires têm complicações no parto?

Escrito por daniel cobalt | Traduzido por mariana dsp
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Yorkshires têm complicações no parto?
Yorkshires costumam ter problemas durante o parto (BananaStock/BananaStock/Getty Images)

Ter cães para procriar e vender os filhotes traz o risco de perder tanto a mãe quanto os filhotes. Algumas raças, como buldogues, costumam precisar de uma cesárea, devido às cabeças e peitorais grandes. Outras raças também costumam ter problemas durante o parto, incluindo os Yorkshire terriers, de acordo com o Animal Specialty and Emergency Hospital. Os criadores precisam pesar os riscos para a cadela, conhecer os sinais de problemas no parto e estar preparados para algumas despesas médicas relativas às complicações.

Outras pessoas estão lendo

Tamanho da cadela

Os Yorkshire terriers comuns costumam pesar entre 1,8 e 3,1 kg. Assim como outros cães pequenos, o tamanho reduzido pode causar problemas ao se tentar manter as funções corporais durante a gravidez. Eles podem ter eclâmpsia, uma condição comum que costuma afetar cães pequenos ou que recebam suplementos de cálcio durante a gravidez, de acordo com o Churchville Veterinarian Centre. O problema ocorre quando a cadela não consegue fornecer a quantidade necessária de cálcio para produzir o leite, de acordo com o Mar Vista Animal Medical Center. Normalmente, o problema ocorre após o parto, mas também pode acontecer antes.

Saúde

Um parto saudável demanda energia, e a chance de resultados positivos aumenta se a cadela estiver saudável. Aquelas que tiverem parasitas, como ácaros e vermes, têm maiores chances de ter complicações no parto, devido à saúde afetada. Cachorros de pequeno porte, como Yorkshires, podem perder uma quantidade significativa de sangue devido a infestações de pulgas. Tratar da saúde da cadela antes do parto diminui a exposição que os filhotes terão ao problema, de acordo com o PetEduction.com. Febre, fezes de coloração esverdeada ou com um odor muito forte indicam infecções, o que pode aumentar a ocorrência de problemas no parto.

Tamanho da ninhada

O tamanho reduzido do yorkshire pode trazer complicações no parto se a ninhada for muito grande, ou se os filhotes forem grandes. O grande número de filhotes, a tensão no útero e a exaustão devido ao trabalho de parto podem aumentar as chances de o parto ser complicado. Um único filhote pode fazer com que haja uma descarga hormonal muito grande para um parto normal. Um raio-X ou ultrassom pode ajudar a estimar o número e tamanho dos filhotes, para que possa ser avaliada a necessidade de uma cesárea ou de assistência veterinária, de acordo com o Animal Specialty and Emergency Hospital.

Prevenção

Donos de cães de raças com propensão à inércia uterina ou a problemas para expelir os filhotes no parto podem pensar em uma cesariana, de acordo com recomendação da Dra. Caroline Coile, autora e dona da Canine Research and Writing. Uma cesárea programada evita riscos associados a problemas no parto, possibilita que a cirurgia seja feita durante horários regulares, evitando possíveis gastos com emergência, além de aumentar a taxa de sobrevivência dos filhotes, de acordo com a Dra. Coile.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível