Como calcular a força de compressão de uma mola

••• NA/AbleStock.com/Getty Images

Molas de compressão são usadas em uma variedade de aplicações, de absorver vibrações a produzir forças de reação. Uma mola é criada com uma força específica, que depende do material, diâmetro do arame e do afastamento entre as voltas. A constante da mola (k) é a medida da força de uma compressão de mola e pode ser facilmente medida.

Passo 1

Coloque a mola verticalmente em uma superfície plana. Se ela não ficar parada, aplique uma pequena quantidade de adesivo em sua ponta para impedir que ela caia.

Passo 2

Meça a altura da mola com uma régua.

Passo 3

Empilhe arruelas no topo da mola até que ela esteja comprimida mais ou menos até a metade.

Passo 4

Meça a altura da mola comprimida. Não inclua as arruelas na medição. Subtraia a altura da mola comprimida da altura original, para achar o deslocamento da mola (x).

Passo 5

Coloque a pilha de arruelas em uma balança eletrônica e anote seu peso (F).

Passo 6

Calcule a constante da mola (k) usando a fórmula k = F / x. Se a mola não comprimida tem uma altura de 2,5 cm, a mola comprimida tem uma altura de 1,25 cm e um total de 100 gramas de arruelas foi colocado na mola para comprimi-la, então k = (0,1)/(0,01) = 10 N/m. (Nesse caso, 100 g = 0,1 N e 2,5 cm - 1,25 cm = 0,01 m.)

Mais recentes

×