×
Loading ...

Especificações elétricas do USB

USB, ou "barramento universal serial" (Universal Serial Bus) é a invenção do desenvolvedor da Intel Ajay Bhatt. O padrão USB é utilizado na transferência de dados e energia para dispositivos. Em 2010, cabos USB já eram amplamente utilizados para conectar computadores em dispositivos como impressoras, câmeras e pendrives. Apesar desse tipo de porta ter sido originalmente desenvolvida para computadores, ela também se padronizou em video games, smartphones, PDAs; um cabo USB também pode servir de cabo de alimentação para esses tipos de dispositivos.

As portas USB transmitem dados e energia (USB cable image by Horticulture from Fotolia.com)

Capacidade de carga da unidade

Conexões USB são disponibilizadas nas versões 1.0, 2.0 e 3.0. Cada conexão fornece entre 4,75 a 5,25 V de energia que é transmitida por uma linha conectada. Vários dispositivos podem puxar essa quantidade de energia de uma única linha. Um máximo de cinco unidades de carga podem ser puxados de uma porta USB 2.0, porém seis unidades são possíveis com uma porta USB 3.0, tornando possível o fornecimento de mais energia para aparelhos conectados. Dispositivos USB são configurados para suportar no mínimo 100 miliamperes (mA) vezes a quantidade de porta que eles possuem (200 mA para uma porta, 300 mA para duas, etc).

Loading...

Carregamento de dispositivos

Vários dispositivos podem puxar energia para recarregar suas baterias internas, ou mesmo funcionarem com a energia do cabo USB. Portas USB do tipo "Superspeed" da plataforma 3.0 otimizam o uso de energia para fornecer a quantidade mínima necessária para o funcionamento ou carga do dispositivo conectado. Novos modos de alimentação permitem que as portas USB forneçam energia e se comuniquem (transferência de dados) ao mesmo tempo. Uma porta USB "downstream" capaz de fazer a carga de um dispositivo pode fornecer até 1,5 A em baixas taxas de transferência, ou 900 mA em taxas maiores.

Um dispositivo portátil com uma porta USB 2.0 como um celular ou um PDA pode puxar até 1,8 A de uma porta dedicada para carga. Em 2009, grandes fabricantes de celulares, como a Nokia, Motorola e Samsung definiram um carregador micro-USB padrão para todos os seus celulares. Com o tempo, isso vai eliminar a necessidade de que os fabricantes forneçam cabos para carregamento com seus aparelhos. Esse dispositivo micro-USB foi adotado pela União Internacional de Telecomunicações como a solução móvel universal para o carregamento da bateria de celulares. Quando um dispositivo precisa de mais energia do que é possível fornecer em uma única porta USB, ele poderá ser carregado utilizando várias portas USB. Disco rígidos externos, por exemplo, podem ser alimentados por um cabo USB que é conectado a uma fonte de energia externa em uma ponta e ao dispositivo na outra.

USB energizada

Uma conexão USB energizada é uma porta USB que utiliza mais linhas de energia do que uma porta USB padrão, de modo que mais corrente seja fornecida para um dispositivo. Ela utiliza quatro pinos extras para fornecer 6 A em 5V, 12V ou 24 V para dispositivos conectados. USBs energizadas são utilizadas para alimentar aparelhos comerciais como scanners de barras, impressoras, "PIN pads" e aparelhos para captura de assinaturas. Essas USBs consistem de duas portas: Uma superior que aceita um cabo USB e uma inferior para a conexão com um cabo de energia. A porta USB energizada permite que aparelhos puxem mais energia da porta, sendo desnecessário a utilização de uma fonte de energia externa.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...