Como identificar costelas fraturadas

••• Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images

Pode ser difícil descobrir se alguém tem uma costela quebrada, a não ser que você carregue em seu bolso uma máquina portátil de raio-x. Contudo, ignorar costelas fraturadas pode ser perigoso. Esse artigo vai te ensinar a perceber os sinais e sintomas de alguém que quebrou as costelas.

Como examinar

Passo 1

O sinal mais óbvio de uma costela fraturada é a dor que é causada pelo trauma ou machucado no peito. Ás vezes a dor aumenta quando se respira fundo, ou quando a área dolorida é pressionada.

Passo 2

Costelas trincadas ou quebradas também causam um som distinto, chamado crepitação. Com esse som, você pode ouvir os pedaços das costelas fraturadas rangendo ou se esfregando uns nos outros. Para ouvir essa crepitação, coloque sua orelha próxima ao peito do paciente, ou peça para outra pessoa fazer isso se você estiver ferido.

Passo 3

Em uma fratura simples, o peito pode não parecer diferente. Porém, quando as costelas estão quebradas em mais de um local, você pode notar movimentações desiguais no peito enquanto o paciente respira, ou que parte das costas ou do peitoral do paciente estejam para dentro.

Passo 4

Costelas fraturadas podem perfurar outros órgãos, como os pulmões ou o fígado. Se um paciente está com uma dificuldade muito grande em respirar ou a dor no abdômen é muito forte após o trauma na costela, esse pode ser um sintoma de que a fratura é muito séria.

Passo 5

Se você suspeitar de uma fartura nas costelas, mantenha o paciente imóvel. Não enfaixe ou ate o peito. Ligue para o 190 ou para o número de emergência da onde você estiver imediatamente. Costelas fraturadas podem levar a complicações, algumas fatais.

Mais recentes

×