Como salvar uma planta fertilizada em excesso

••• Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images

É possível matar uma planta por excesso de cuidados. O excesso de fertilização ocorre quando o jardineiro aplica mais adubos do que a dose recomendada, quando as plantas são fertilizadas sem terem sido regadas previamente, ou ainda quando o produto é depositado sobre as folhas. Os sinais de excesso de fertilização são evidentes: manchas marrons ou amarelas nas folhas, enfraquecimento e morte.

Passo 1

Dilua a quantidade de fertilizantes no solo fazendo uma lixiviação com água. A lixiviação consiste em colocar grandes quantidades de água ao redor das raízes para que os fertilizantes aprofundem-se ainda mais no solo, de modo a ultrapassarem as raízes.

Passo 2

Deixe que a mangueira deposite a água na base da planta por no mínimo meia hora.

Passo 3

Encha o vaso com água e drene-o ao menos quatro vezes, se a planta estiver no recipiente. O nitrogênio presente nos fertilizantes danifica as raízes e impede que a planta absorva nutrientes. O processo de drenagem elimina o fertilizante das raízes.

Passo 4

Remova as folhas danificadas ou com aparência queimada utilizando tesouras. Folhas mortas não podem ser recuperadas, sendo melhor retirá-las completamente. A planta gerará novas folhas eventualmente.

Passo 5

Enxágue as plantas com água limpa após adubá-las com fertilizantes ricos em nitrogênio. A remoção do excesso de fertilizante das folhas reduz as probabilidades de queima. O enxágue funciona ainda melhor com água quente.

Mais recentes

×