Anel gástrico ou cirurgia de atadura para perder peso

Escrito por kathleen northridge | Traduzido por luis fernando dias carvalho
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Anel gástrico ou cirurgia de atadura para perder peso
Métodos cirúrgicos podem ser necessários para deixar o peso em condições seguras (scale image by PinkShot from Fotolia.com)

Peso em excesso é causado por um desequilíbrio de calorias consumidas versus calorias gastas (queimadas): "excesso de comida". Devido a condições psicológicas e físicas fazerem com que comer a quantidade adequada seja difícil ou impossível, enganar o estômago e o cérebro pode ser um método eficiente de controle do comportamento de "excesso de comida". O anel gástrico, também conhecido como atadura (ou faixa) gástrica, cria a sensação de saciedade com uma quantidade de comida bem pequena e tem sido um sucesso com pacientes com casos severos de obesidade.

Outras pessoas estão lendo

A necessidade de um anel

Atadura gástrica é levada em consideração apenas para pacientes que são designados como casos severos. Pacientes devem apresentar obesidade mórbida, o que significa possuem índice de massa corporal, IMC, de 35 ou acima. O IMC é calculado ao se multiplicar o peso em libras (que equivale a 0,45 kg) pela proporção de 703, dividido pela altura em centímetros (aproximadamente 0,03 m) ao quadrado -- peso corporal dividido pela altura ao quadrado. A obesidade cria problemas de natureza médica, que reduzem o tempo de vida; logo, solucionar o problema através de cirurgia pode ser uma forma de salvar a vida de algumas pessoas.

A cirurgia

A cirurgia é executada por um cirurgião bariátrico treinado especificamente para tratar aqueles com problemas de peso. O cirurgião, na verdade, divide o estômago em dois, usando a atadura para criar um pequeno estômago na parte superior e um grande na parte inferior com somente uma pequena abertura, o orifício (hiato), entre eles. Um anel, geralmente feito de plástico, é posto no local como um colar para evitar que o orifício alargue. Quando o estômago é pequeno, de tamanho de um ovo, preenche-se, dando ao paciente a sensação de saciedade.

Métodos variados

Há vários tipos de cirurgias bariátricas que podem ser feitas. Grampos também são usados para a mesma finalidade, para compartimentalizar (dividir) o estômago em duas partes desiguais; de acordo com a página "Mayoclinic.com". Os médicos devem fazer uma cirurgia de corte estomacal, na qual de 60% a 80% do estômago é retirado; como indicado pela página "Ajuda para Cirurgia de Perda de Peso". Algumas ataduras são ajustáveis, que devem ser úteis se uma mulher quiser engravidar; caso no qual necessitaria comer mais.

Os resultados

O anel gástrico não funciona em todo paciente. Enquanto a maioria dos pacientes perde quantidade significativa de peso, alguns não o conseguem. Relatórios variam quanto ao número de pacientes que não obtêm resultados esperados, mas isso deve estar em torno dos 6%, de acordo com o artigo do "New York Times: Uma Alternativa: Um Anel que Espreme o Estomago". Nestes casos, o problema é conduzido de volta ao comportamento que conduziu à obesidade. Algumas vezes esses pacientes "trapaceiam" em continuar a consumir alta quantidade de calorias e comidas muito gordurosas. Isao os faz sentir doentes e resulta em falha em perder peso.

Os riscos

A cirurgia do anel gástrico é muito mais segura do que a cirurgia estomacal em que se liga o esôfago diretamente ao intestino delgado, conhecida como "desvio gástrico"; de acordo com o artigo do "New York Times". Ainda assim há sempre riscos cirúrgicos inerentes. Além disso, se o anel for usado, deve desatar, o que requer uma nova cirurgia para reparar a "saída de estenose da bolsa gástrica"; um estreitamento da abertura entre as duas partes estomacais. Algumas bactérias podem ser introduzidas pelo anel. Se o paciente se auto-favorecer, dores estomacais e doenças emocionais devem ocorrer. O paciente pode sofrer de subnutrição, de forma que é essencial seja seguido o manual de dieta prescrito; o que inclui ingerir quantidade suficiente de vitamina B12, ferro e outros nutrientes.

Prognóstico a longo prazo

O paciente pode criar expectativa de perder peso gradualmente no primeiro ano, de acordo com a Universidade da Califórnia, o "Centro Medico de San Diego". Os resultados não são tão dramáticos como os da cirurgia supramencionada como "desvio gástrico", mas deve haver poucos efeitos colaterais. A cirurgia é reversível ao que o anel pode ser removido.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível