Barcos à vela tradicionais que fazem cruzeiros pelo rio Nilo

Escrito por robert morello Google | Traduzido por andressa v. da nobrega
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Barcos à vela tradicionais que fazem cruzeiros pelo rio Nilo
Barcos à vela modernos e tradicionais cruzam o Nilo atualmente (Felucca on the Nile image by ernie from Fotolia.com)

Na história do Egito antigo, o Rio Nilo tem sido uma fonte de vida e prosperidade. Antigos egípcios usavam embarcações à vela de vários tipos para subir e descer o rio, transportando produtos, armamentos, riquezas e materiais de construção. Estes barcos à vela tiveram um papel central na criação e manutenção do Império Egípcio antigo, e hoje oferecem uma breve visão daquele mundo.

Outras pessoas estão lendo

O Felucca

O veleiro sobrevivente tradicional usado pelos antigos egípcios é o Felucca. Trata-se de um barco simples, baixo, com bancos de madeira construídos em seu casco e um mastro na parte central. Almofadas são geralmente colocadas ao redor das bordas do casco e uma mesa é montada no centro para refeições ou conversas. O felucca é o tipo mais comum de barco visto no Nilo e tem sido assim desde que surgiu, no antigo Império Egípcio. Os altos mastros restringem a movimentação dos feluccas no Egito moderno, pois eles não conseguem passar por baixo de pontes. Este tipo de embarcação é encontrado em todas as cidades egípcias localizadas nas margens do Nilo, e passeios são oferecidos no cais das cidades do Cairo, Luxor e Assuã.

Origens do Felucca

Evidência arqueológica da construção de barcos de madeira do Império antigo tem sido encontrada, datando 3.200 A.C.. Os egípcios construíram muitos tipos de barcos, de barcos funerários a jangadas de caniços, mas o felucca e seus precursores se tornaram trabalhadores do Nilo. Durante o dia, o Egito se beneficia de uma forte brisa que se origina ao sul do Mar Mediterrâneo. Os egípcios usaram este vento para velejar subindo o rio durante as manhãs, e quando o vento diminuía no final da tarde, eles aproveitavam a correnteza natural do Nilo para flutuar em direção à foz. Desta forma, materiais pesados, pessoas, suprimentos e outras cargas foram transportadas. Os antigos felucca podem ter servido de inspiração para o dhow, um tradicional barco à vela árabe, ainda encontrado por todo o Oriente Médio.

Locais ao longo do Nilo

Quase todas as cidades importantes do Egito antigo ficam nas margens ou muito próximas do rio Nilo. O felucca foi essencial para manter um reino tão vasto e dependente do rio. Usando um felucca, um antigo egípcio poderia chegar em Alexandria, Mênfis, Gizá, Sakkara, Cairo e Heliópolis, no Baixo Egito; e Abydos, Tebas, Edfu, Deir el-Medina e no Vale dos Reis, no alto Egito. Hoje este movimento é um tanto restrito pelas pontes que atravessam o Nilo nas principais cidades, e o tráfico de feluccas é mais intenso ao redor de grandes cidades modernas, como Cairo, Assuã e Luxor.

Passeios de felucca pelo rio

Várias agências de turismo locais oferecem passeios em feluccas tradicionais pelo rio Nilo. Os passeios duram de 2 a 3 horas e levam os turistas do seu hotel em Assuã, Luxor ou Cairo em um veículo com ar-condicionado até o barco, que desce o rio e passa por vários pontos de interesse, oferecendo uma nova perspectiva. Em alguns casos, é oferecido almoço ou bebida. Você também poderá desembarcar para visitar alguns pontos turísticos. O valor gira em torno de US$50 por pessoa (cerca de R$100) - dado de janeiro de 2011.

Cruzeiros de Felucca pelo rio Nilo

Passeios que duram vários dias pelo rio Nilo em barcos do tipo felucca são outra maneira de vivenciar o antigo estilo de vida do Egito. Algumas agências de viagem oferecem roteiros personalizados que descem e sobem o rio, seguindo pela maior parte, ao longo do roteiro de grandes embarcações de luxo. Os cruzeiros em um felucca tendem a ser passeios à vela privativos com itinerários personalizados, o que tem suas vantagens, que vão desde o pequeno e íntimo tamanho do barco até a possibilidade de desembarcar e ver locais na hora em que você quiser, sem as multidões que navios de cruzeiro geralmente comportam. Cruzeiros vão do Cairo a Assuã e passam ou param em atrações como Abu-Simbel, o Vale dos Reis, Templo Karnak e Filas. Os preços são sob consulta e dependem do número de passageiros, a duração da viagem e o itinerário.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível