on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Os chefes mais irritantes

O convívio dos funcionários com os seus chefes nem sempre é fácil
Divulgação Twentieth Century Fox

Introdução

Eles normalmente não são alvo de muitos amores. Podem estar ocupando os seus postos por competência, longo tempo de trabalho ou até mesmo por laços familiares. Você já deve ter imaginado que estamos falando dos chefes, não é mesmo? O convívio dos funcionários com os seus patrões nem sempre é fácil, já que o próprio fato de estarem numa posição hierárquica superior pode não gerar simpatia, o que se torna ainda pior quando estes tiram os empregados do sério. Conheça os tipos mais irritantes de chefes e saiba como lidar com eles.

O chefe ansioso é impaciente e está sempre checando o andamento do trabalho
james steidl/iStock/Getty Images

O ansioso

O chefe ansioso não deixa o empregado em paz. Ele é impaciente e está sempre checando com o funcionário o andamento do trabalho a ponto de não deixá-lo se concentrar e executar suas tarefas direito. O chefe ansioso muitas vezes desconfia de que o seu subordinado esteja fazendo outras atividades no horário do expediente ao invés de trabalhar. Outras vezes, ele pode também fazer tempestade em copo d’água por causa de pequenas adversidades e até mesmo achar que estão conspirando contra ele. Mantenha-o continuamente informado sobre o que você está fazendo para que ele fique menos estressado.

Chefes mentirosos podem encobrir erros cometidos por eles mesmos
Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

O mentiroso

Você tem certeza de que não recebeu aquele e-mail com o pedido do cliente, mas o seu chefe insiste em dizer que enviou a mensagem e diz até quando fez o envio. Ou então o seu patrão teima em afirmar que explicou como deveria ter sido realizada aquela tarefa que você não fez corretamente porque não havia sido orientado. A verdade é que chefes mentirosos podem encobrir erros cometidos por eles mesmos, jogando a culpa em funcionários inocentes. Para se prevenir deste tipo de ação, sempre junte todas as provas de sua inocência e seja paciente, pois com o tempo a verdade virá à tona.

O chefe escandaloso vai brigar no telefone e gostará de ter uma platéia para ouvi-lo
Eyecandy Images/Eyecandy Images/Getty Images

O escandaloso

Ele tem um tom de voz normalmente alto e vai estar sempre gritando, seja porque não acha a carteira ou porque o seu time perdeu. O chefe escandaloso vai brigar no telefone e gostará de ter uma plateia para ouvi-lo. Ele não faz distinção, gritando em alto e bom som com a secretária e até com o presidente da empresa. O chefe escandaloso geralmente tem a autoestima baixa e a melhor maneira de lidar com ele é usando o mesmo tom de voz. Mas saiba que este é um risco que você estará assumindo, pois ele pode não gostar e acabar demitindo você.

O chefe preguiçoso adora não fazer nada e está sempre passando o seu próprio trabalho para os subordinados
Digital Vision./Digital Vision/Getty Images

O preguiçoso

O chefe preguiçoso não fará cerimônia em chegar tarde no trabalho, de prolongar a hora do almoço e de ainda por cima aparecer apenas para marcar presença no final do expediente. Ele adora não fazer nada e está sempre passando o próprio trabalho para o seu subordinado. Ao ter que assumir compromissos que não são seus, você ficará sobrecarregado, prejudicando a sua rotina profissional e atrasando os seus prazos. Tente expor a situação em uma reunião geral com todas as áreas, mas cuidado porque ele pode conseguir reverter a situação.

Não se deixe contaminar pelo seu pessimismo e tente fazer com que ele enxergue também aspectos positivos
Comstock Images/Comstock/Getty Images

O pessimista

Não adianta o dia estar lindo lá fora, que o chefe pessimista vai estar sempre carregando uma nuvem própria de trevas em cima de sua cabeça. Com dificuldade em tomar decisões, ele terá uma perspectiva negativa das coisas, esperando sempre o pior. O chefe pessimista dirá coisas como o prazo não será cumprido, o cliente não vai aceitar ou a sua ideia não dará certo. Não se deixe contaminar pelo seu pessimismo e tente fazer com que ele enxergue também aspectos positivos, o que vai fortalecer a confiança deste e a sua capacidade de decisão.

Você nunca saberá o que ele quer...
Patrick Ryan/Lifesize/Getty Images

O inconstante

Você nunca saberá o que ele quer, já que o que era bom ontem provavelmente não será mais hoje, tornando difícil o convívio. Indeciso e inseguro, o chefe inconstante, além de mudar de ideia facilmente, pode ter diferentes critérios de acordo com cada funcionário. Além de trazer dúvidas acerca da elaboração das tarefas e insegurança ao ambiente de trabalho, este tipo de atitude pode gerar mal estar entre os funcionários que têm tratamentos distintos. Exponha ao seu chefe que você se sente incomodado com a situação e que gostaria de entender melhor o que ele deseja.

O chefe ausente apenas ocupa a posição formalmente, o trabalho fica todo a cargo da equipe
Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images

O ausente

O chefe ausente pouco sabe sobre o trabalho ou a empresa e normalmente assume o cargo por ter laços familiares com a direção, por imposição ou questão de prestígio. Como ele apenas ocupa a posição formalmente, o trabalho fica todo a cargo dos seus subordinados. Por ter costas quentes, o chefe ausente normalmente não se preocupa em falar ou fazer besteira, podendo até ter ideias inovadoras, mas pouco funcionais, o que acaba atrapalhando a equipe. Para ganhar a simpatia dele, você pode ajudá-lo em tarefas diárias, como elaboração de planilhas ou no planejamento de trabalho.

O chefe rigoroso nunca está satisfeito e gosta de dizer que tem a melhor solução para tudo.
Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

O rigoroso

Severo, ele não admite oposição, costuma ser violento no uso das palavras e diminui a autoestima da equipe. O chefe rigoroso nunca está satisfeito e gosta de dizer que tem a melhor solução para tudo, o que é frequentemente um obstáculo à evolução e à mudança. Com um comportamento bastante incisivo, o chefe rigoroso pode até fazer com que você acredite que está errado mesmo que não esteja. Como ele recebe o apoio da empresa, a título de produtividade, você dificilmente será ouvido. Se não quiser passar por este estresse, é melhor pedir demissão ou transferência para outro setor da companhia.