Como corrigir termômetros com álcool disperso

Escrito por meg butler | Traduzido por barbara silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como corrigir termômetros com álcool disperso
Uma pequena sacudidela pode reunir o fluido do termômetro (thermometer image by Dron from Fotolia.com)

Caso exposto a altas temperaturas por um longo período ou sacudido durante o transporte, o fluido de seu termômetro de álccol poderá se separar. Nesse caso, minúsculas bolhas se desenvolvem, já que há condensação do vapor do álcool. Essas bolhas retém o fluído no lugar, na haste, tornando o termômetro inutilizável. Felizmente, é fácil remover as bolhas e reunir o mercúrio com um pouco de aquecimento ou manipulação física. Tente uma ou mais dessas técnicas para ter seu termômetro funcionando de forma adequada novamente.

Nível de dificuldade:
Fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Cordão ou arame

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Bata com suavidade em um termômetro montado para liberar as bolhas de vapor de álcool. Segure a estrutura do termômetro, com o bulbo para baixo. Pegue-o logo abaixo do meio da estrutura e segure de forma que sua mão não toque o tubo de vidro. Abra a outra mão, com a palma para cima. Bata então o bulbo do termômetro montado em sua palma, com força média. Verifique o fluido. Repita, se necessário, até o álcool se juntar ou não tiver mais progresso. Se a maior parte do mercúrio se juntar, mas as bolhas tiverem isolado um segmento no topo do termômetro, simplesmente vire-o com o bulbo para cima e bata o topo em sua palma.

  2. 2

    Agite as bolhas em um termômetro montado solto. Segure a estrutura do termômetro com o bulbo para baixo. Pegue-o logo acima do meio da estrutura em sua parte de trás, de forma que sua mão não toque o tubo de vidro. Levante o termômetro acima da cabeça segurando firme na estrutura e balance seu braço rapidamente para baixo em um ângulo de 90º em relação a seu corpo, mantendo o termômetro na vertical. Verifique o fluido e, se necessário, repita até o álcool se unir ou não estiver fazendo mais progresso.

  3. 3

    Gire um termômetro montado. A força centrífuga deverá ser capaz de liberar as bolhas. Amarre um cordão ou um arame de 20 centímetros ao orifício de montagem no topo da estrutura. Certifique-se de que o nó e o cordão estejam seguros. Cuidadosamente, segure em uma das mãos a ponta solta do cordão. Gire-o rapidamente em círculos por cinco segundos. Verifique o fluido. Repita caso seja necessário até o álcool se unir ou não fizer mais progresso.

  4. 4

    Aqueça o bulbo do termômetro, montado ou não. Mantenha o bulbo sob água quente corrente até o fluido subir próximo à metade acima da coluna (se for mais além, o termômetro poderá romper). Remova-o da água. Deixe-o descansar em posição vertical com o bulbo para baixo, por três a quatro horas. O álcool deverá se juntar. Caso contrário, repita.

Dicas & Advertências

  • Não execute esse método com um termômetro solto (desmontado). O bulbo poderá se quebrar em suas mãos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível