Crenças do casamento na religião menonita

Escrito por chad stetson | Traduzido por paula belchior
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Crenças do casamento na religião menonita
Para os menonitas, o casamento é uma aliança diante de Deus (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

Como muitos grupos cristãos conservadores, os menonitas mantêm o casamento como um compromisso sagrado que permanece ao longo da vida entre um homem e uma mulher. A maioria dos menonitas acreditam que o casamento foi instituído no início da raça humana, como parte do plano de Deus para a humanidade, e a natureza humana é projetada de tal forma que um homem e uma mulher possam alcançar a completa satisfação e felicidade quando são casados. Muitos menonitas acreditam que o casamento é a mais íntima de todas as relações humanas.

Outras pessoas estão lendo

A santidade do casamento

De acordo com os menonitas, as pessoas casadas devem deixar seus pais e viverem juntas como uma entidade social separada até a morte. O divórcio é desencorajado, e em algumas comunidades menonitas, as pessoas divorciadas de seus cônjuges são disciplinadas, exceto em casos de abuso físico prolongado. No final, acredita-se que um casamento é instituído por Deus e é, portanto, uma instituição santa e sagrada.

Papéis de gênero dentro de um casamento

A religião menonita afirma que homens e mulheres têm a mesma importância, embora grande parte ainda seja uma sociedade patriarcal. Os homens são considerados os chefes de família, enquanto as mulheres devem ser submissas aos seus maridos. O papel da mulher é servir o marido e educar os seus filhos, enquanto os homens podem se tornar líderes na igreja e na comunidade. As mulheres solteiras devem ser subservientes a seus pais até que se casem.

Arranjos de casamento

Apesar dos casamentos menonitas não serem arranjados, a aprovação ainda é procurada entre as famílias. Essa aprovação é muitas vezes alcançada com um casamenteiro ou oficial da igreja agindo como um mediador. A extensão dos acordos varia entre os diferentes grupos, com as famílias mais conservadoras desempenhando um papel importante na decisão sobre as condições de um casamento. No entanto, mesmo nas sociedades mais liberais, os casamentos informalmente arranjados ainda são feitos, e os casais ainda buscam a aprovação de suas famílias. Uma constante entre os vários grupos menonitas é a crença de que o casamento é para ser levado a sério como um compromisso sagrado feito diante de Deus.

Divórcio e casamentos inter-religiosos

Historicamente, o divórcio tem sido desencorajado na fé menonita, exceto em casos de maus-tratos. As igrejas menonitas mais conservadoras têm disciplinado casais que se divorciam. Nos últimos anos, as regras relativas ao casamento e ao divórcio foram relaxadas um pouco conforme a população menonita tornou-se mais urbanizada e integrada. Casar fora da fé menonita ainda é amplamente proibido e pode levar as pessoas à excomungação da Igreja. Ser excomungado significa ser cortado da comunidade, da igreja, e até mesmo da própria família.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível