×
Loading ...

Como criar ostras produtoras de pérolas em aquários

Atualizado em 22 julho, 2017

As pérolas são bem conhecidas pelo seu brilho leitoso e formas esféricas perfeitas. Enquanto as ostras produtoras de pérolas são normalmente colhidas dos seus habitats naturais, alguns apreciadores optam por cultivá-las em aquários. Isso é possível, uma vez que o cuidado não é como a manutenção de um peixe. Elas requerem um pouco mais de atenção do que qualquer peixe de aquário.

Instruções

Você pode transformar seu aquário em uma fábrica de pérolas (Thomas Northcut/Digital Vision/Getty Images)
  1. Faça uma pesquisa sobre as diferentes ostras produtoras de pérolas existentes. Variedades desses seres vivos produzirão tamanhos ligeiramente diferentes, cores e tipos de pérolas. Determine qual tipo você quer cultivar antes de reunir os materiais, uma vez que ostras diferentes podem precisar de itens drasticamente variados.

    Loading...
  2. Crie uma lista de todas as coisas necessárias para a ostra, como suplementos nutricionais manipulados, variedades microscópicas de plânctons, salinidade e tempero de água. Antes de prosseguir, saiba se você pode atender a esses requisitos. Caso sua ostra precise de um tipo especial de plâncton, por exemplo, pesquise em lojas especializadas e em vendedores particulares.

  3. Arrume o aquário de 75 litros, que pode manter aproximadamente de 15 a 20 ostras.

  4. Posicione um filtro de fundo, de forma que os tubos fiquem na parte de trás do aquário. Adicione o substrato a uma espessura de cerca de 5 cm.

  5. Coloque o prato no substrato e despeje água nele. Esse objeto impedirá que o líquido cause uma depressão no substrato. Pode-se usar água de torneira ou diluída, mas apenas se o líquido não tiver cloro. Acrescente o sal marinho sintético, alcançando a salinidade apropriada para suas ostras. Leia as instruções sobre como obter esse ambiente.

  6. Adicione a cultura de bactérias. Pesquise qual é a mais adequada para o seu tipo de ostra.

  7. Espere dois dias inteiros para que o aquário se estabilize.

  8. Mantenha cerca de quatro ostras em um saco plástico e deixe-as flutuarem na superfície, de forma que a temperatura da água se ajuste. Depois de 30 minutos, posicione-as no aquário.

  9. Deixe que essas ostras cresçam por diversas semanas. A água ficará turva, mas isso é natural. Alimente os seres vivos apenas nesse período, cheque a salinidade e a condição do líquido regularmente. Se a água tiver odor de amônia, isso significa que a bactéria não consegue lidar com o subproduto da ostra. Aumente a quantidade de bactérias ou reduza o número de ostras.

  10. Veja se os seres morreram cutucando-os, gentilmente. Ostras mortas não se fecharão quando incomodadas. Remova ostras mortas do aquário o mais rápido possível.

  11. Acrescente o alimento para os invertebrados e desligue o filtro da água durante esse momento. Alimente as ostras com uma quantidade e frequência que seja apropriada para a raça do ser vivo.

  12. Mensalmente, substitua 25% da água.

  13. Gradualmente, acrescente de uma a duas ostras a cada duas semanas, até que você tenha alcançado a capacidade máxima de 15 a 20.

Loading...

O que você precisa

  • Aquário de 75 litros
  • Suplementos nutricionais
  • Fonte de plâncton
  • Filtro para o fundo do aquário
  • Substrato
  • Prato
  • Sal marinho sintético
  • Cultura bacteriana
  • Termômetro para aquário
  • Comida para animais invertebrados

Referências

Loading ...
Loading ...