Culturas líquidas de cogumelos

Escrito por leigh kramer | Traduzido por lucas beuter
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Culturas líquidas de cogumelos
Cogumelos brancos tendem a ser negligenciados pelos produtores porque os produtores comerciais os produzem em quantidades muito maiores (Goodshoot/Goodshoot/Getty Images)

Os cogumelos não são comumente cultivados em casa, mesmo que isso seja possível. Eles têm mais necessidades nutricionais do que a maioria das plantas: enquanto as plantas geram alguns de seus próprios nutrientes através da fotossíntese, os cogumelos devem ser alimentados com todos os seus. Normalmente, o produtor coloca esporos de cogumelos em um canteiro ou serragem, mantendo o substrato úmido durante o processo de crescimento. Isso pode ser feito dentro ou fora de um ambiente fechado, dependendo das condições meteorológicas. Usar culturas líquidas para criar o micélio acelera bastante o processo de crescimento dos cogumelos.

Outras pessoas estão lendo

Ciclo de crescimento

Quando os cogumelos crescem, eles começam como minúsculos esporos. Em seguida, se transformam em um tubo fino no meio de cultura (aglomerado de folhas ou um tronco caído) e se ramificam em micélios. Quando um cogumelo frutifica, ele quebra a superfície. Isso cria pequenos "cogumelos" que, em seguida, crescem e se tornam cogumelos completos. O cogumelo não é o corpo da planta, e sim o micélio sob a superfície. Um mesmo micélio pode produzir muitos cogumelos ao longo do seu ciclo de vida. Quando o micélio cresce, ele faz isso em um formato de um anel e é por isso que, às vezes, cogumelos crescem em círculos conhecidos como "anéis de fadas".

Crescimento do miscélio

Ao iniciar uma cultura líquida, você deve primeiro escolher o seu tipo de cogumelo. Shiitake é uma variedade popular e cara para comprar fresca. Você pode comprar as culturas para o seu tipo de cogumelo pela internet -- lojas mais confiáveis ​​garantem um produto viável, então, esteja atento a isso. Uma pequena quantidade da cultura é introduzida em um meio líquido de crescimento com 4% de xarope de milho ou mel. O resto da cultura podem ser guardada no refrigerador. Mantenha em temperatura ambiente ou em torno de 26ºC e agite ocasionalmente até cachos de micélio começarem a se formar (eles se parecem com pedaços flutuantes de bolor) -- isso pode levar de cinco a sete dias.

Inoculação do substrato

Use uma seringa para remover os pedaços de micélio do líquido de cultura. Use o substrato de escolha (ele pode variar dependendo do tipo de cogumelo que está sendo cultivado, mas serragem de madeira é muito comum), empurre a seringa para dentro dele e injete entre 2 ml e 4 ml de líquido de cultura a cada meio litro de substrato. O resto da cultura líquida pode ser armazenada no refrigerador durante dois a três meses.

Clonagem

Como é preciso uma quantidade pequena de micélio para criar vários cogumelos, é possível fazer a reutilização do mesmo lote mais de uma vez. Ao colocar o micélio em um substrato, reserve uma pequena quantidade no seu meio de cultura. Ele pode ser incubado, frutado e cultivado de novo mais tarde.

Por que usar culturas líquidas?

A contaminação ocorre quando os esporos de outros fungos (sejam eles cogumelos selvagens, mofo ou leveduras) caem e crescem no substrato. Isso evita que os cogumelos cresçam adequadamente, pois os novos esporos sugam todos os nutrientes. Usar culturas líquidas cria um micélio que já está em crescimento e pode acelerar o processo do cultivo, às vezes por semanas. Como o uso de cultura líquida reduz o tempo necessário, há menos tempo para que ocorra a contaminação.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível