Curiosidades sobre o lince canadense

Escrito por john lindell | Traduzido por elisa lacerda de freitas
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Curiosidades sobre o lince canadense
O lince tem tufos de pelo preto nas orelhas e longos pelos na face (Lynx image by Stana from Fotolia.com)

O lince canadense é um felino selvagem das florestas boreais de coníferas existentes no Canadá e no norte dos Estados Unidos. Trata-se de um animal reservado e raramente vislumbrado por pessoas. Ele é um parente próximo do lince-pardo, que é mais comum e cujo habitat se estende pelos dois países. Porém, existem diferenças entre os dois que nos permitem distinguir um do outro.

Identificação

Os maiores linces canadenses machos têm cerca de 1 metro de comprimento e pesam aproximadamente 18 quilos, mas a maioria é consideravelmente menor. Sua cauda é muito curta, medindo entre 5 a 12 centímetros, as pernas são longas e as patas grandes. Durante o inverno, as patas têm uma camada de pelos que atuam como raquetes de neve, permitindo que o animal se desloque facilmente através da neve espessa de seu habitat. O lince tem distintos tufos de pelo preto na orelha e a pelagem em sua face é alongada nas extremidades. Sua cor varia, dependendo da época, entre cinza, marrom e canela.

Lince canadense vs. lince-pardo

O lince-pardo é um pouco menor do que o lince canadense, com patas visivelmente menores que não possuem pelos para ajudá-los a se deslocar facilmente no inverno. Sua cauda tem marcas pretas e a pelagem tem muito mais pintas e machas do que a do lince canadense. Quando os territórios de ambas as espécies se sobrepõem, o lince canadense muitas vezes cede espaço ao lince-pardo, já que este é o mais agressivo dos dois, apesar de ser um pouco menor. Isso prejudica o lince canadense porque ambos competem pelo mesmo tipo de presas nas regiões do norte.

Curiosidades sobre o lince canadense
O lince-pardo é ligeiramente menor que o lince canadense (bobcat image by Valentin Mosichev from Fotolia.com)

Dieta

Durante os meses de inverno, três quartos da dieta do lince canadense consiste de lebres-americanas, um grande membro da família das lebres que tem a capacidade de atravessar a neve espessa das florestas do norte por causa de seus grandes pés. O lince caça a lebre no verão, mas também se alimenta de pequenos roedores, como ratos e camundongos, além de pássaros e outros animais. Quando necessário, ele recorre a comer carniça e tira vantagem de qualquer animal de grande porte que for encontrado morto durante o inverno, como alces, renas e cervos.

Consequências

O lince canadense depende da lebre-americana para sobreviver, o que significa que quando a população de lebres diminui, como costuma acontecer a cada 10 anos, o mesmo ocorre com a população de linces. De acordo com o site Hinterland Who’s Who, a Hudson By Company of Canada, que comercializa roupas de pele, tem registros ao longo de 200 anos que mostram um padrão de populações de linces intimamente associados com o de lebres-americanas. Na região sul de seu habitat, o número de linces diminuiu em parte por causa das caças ao animal em épocas de baixas populações.

Caça

A técnica de caça do lince canadense envolve esperar silenciosamente durante a noite, próximo a rastros de lebres. O felino salta sobre a presa quando ela está próxima e mata-a rapidamente. O "National Audubon Society Field Guide to Mammals” informa que o lince, hábil em subir em árvores, às vezes espera em um galho baixo e salta sobre a vítima desprecavida. Suas garras retráteis são usadas para agarrar a presa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível