As desvantagens do óleo de maconha

Escrito por suzanne geller | Traduzido por dimitrios meimaridis
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
As desvantagens do óleo de maconha
O óleo de maconha é um versátil e potente curativo (Pixland/Pixland/Getty Images)

O óleo de maconha é obtido a partir do cânhamo Cannabis sativa e é conhecido pelo uso como suplemento alimentar e no tratamento de desordens inflamatórias tópicas. As controvérsias sobre o uso óleo de maconha vêm do fato de ele conter uma substância psicoativa e dos requisitos necessários para preservar os seus valores nutricionais.

Outras pessoas estão lendo

Não pode ser utilizado para fritar

O óleo de semente de maconha pode ser usado em todos os diferentes tipos de alimentos, mas nunca deve ser usado para fritar. Óleos como esse, ricos em ácidos gordos essenciais, evaporam a temperaturas mais baixas. Quando aquecido para além do ponto de ebulição de 100 graus Celsius, os ácidos graxos poli-insaturados do óleo se convertem em peróxidos prejudiciais à saúde. Quanto menos o óleo é aquecido, menos ele se destrói. Ele pode ser usado para o cozimento em fogo baixo de grãos e legumes sem danos e para assar pães, protegido do ar e da luz.

Gosto forte

Esse óleo pode apresentar um sabor forte, dependendo da marca e do método de processamento. O óleo tem uma coloração verde devido ao alto teor de clorofila e deixa um sabor marcante. Algumas pessoas comparam seu gosto com o do óleo de girassol, embora o sabor e viscosidade possam ser diferentes, dependendo da marca. Quando utilizado em produtos cozidos, molhos e pratos de vegetais, o óleo contribui com seu sabor distinto, sobressaindo sobre o gosto dos alimentos.

Curto Prazo de Validade

Como o óleo da semente é extraído sem o uso de solventes, ele tem uma vida útil mais curta do que a dos outros óleos ricos em ácidos gordos essenciais. O óleo de maconha não refinado precisa ser refrigerado ou congelado para evitar a deterioração. Deve ser armazenado em um recipiente escuro protegido da luz e do oxigênio para evitar que ele ele fique rançoso.

O consumo pode resultar em testes de drogas positivos

O óleo de maconha é obtido a partir das sementes da planta cannabis que contém uma substância psicoativa chamada tetrahidrocanabinol (THC). Embora essa substância química seja removida durante o processamento, vestígios de a sua presença podem ser detectados em testes para identificação de drogas. Fabricantes de alimentos de maconha que pertencem a Hemp Industries Association (HIA) se comprometeram a controlar seus processos para limitar o THC residual nos óleos de maconha e garantir um consumo seguro.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível