Dieta para evitar exaustão adrenal

Escrito por ellen swanson topness Google | Traduzido por marina villar
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Dieta para evitar exaustão adrenal
Alimentação saudável e relaxamento ajudam a aliviar a exaustão adrenal (Jeffrey Hamilton/Lifesize/Getty Images)

A exaustão adrenal afeta muitos aspectos da vida. Causa uma diminuição substancial da qualidade de vida. Felizmente, há mudanças no estilo de vida que podem ser feitas, para melhorar drasticamente a função adrenal. Um desses cuidados é a alimentação.

Outras pessoas estão lendo

O que é exaustão adrenal?

As glândulas adrenais são duas glândulas pequenas localizadas sobre os rins. A exaustão adrenal significa que suas glândulas adrenais não estão funcionando de maneira otimizada, o que adversamente afeta a liberação de cerca de 50 hormônios que regulam os processos corporais.

Sintomas da exaustão adrenal

Alguns sintomas da exaustão adrenal são a inabilidade de perder peso, vontade de comer sal, insônia, distração, diminuição do desejo sexual e diminuição da habilidade de lidar com o estresse. Existe geralmente uma padrão claro quando a energia diminui substancialmente no meio do dia. Devido a muitos desses sintomas poderem causar outras condições, é importante procurar uma por intervenção médica e eliminar outras possibilidades de problema. Consulte um médico que tenha experiência e conhecimento sobre exaustão adrenal.

Mudanças no estilo de vida

As mudanças na dieta são necessárias por causa da exaustão adrenal. No entanto, existem outras áreas da vida onde fazer mudanças pode ajudar. Aprenda habilidades para relaxar, como meditação, relaxamento sistemático muscular ou respiração profunda. Encontre o que funciona para você. Use um conselheiro, amigo ou parente, se precisar de ajuda nessa área. Tente encontrar maneiras de rir, pois isso ajuda as glândulas adrenais. Durma bastante. Tire momentos de folga para que possa deitar. Coma refeições regulares. Todas essas mudanças podem melhorar a eficiência das glândulas adrenais.

Dieta para a função adrenal: carboidratos

A primeira mudança na dieta que deve ser feita é diminuir o consumo de carboidratos. Não os corte completamente, mas consuma carboidratos de grãos integrais. Evite carboidratos processados, como massa, arroz e pães que não sejam feitos com farinha integral. Quando comer, combine qualquer carboidrato com uma proteína. As proteínas são encontradas em carnes, laticínios ou em uma combinação de grãos e legumes.

Dieta para a função adrenal: alimentos para evitar

Existem alguns alimentos e substâncias que devem ser evitados para assegurar o funcionamento positivo da glândula adrenal, incluindo cafeína, gorduras saturadas e trans, chocolate, alimentos processados e fast-food.

Dieta para a função adrenal: alimentos para adicionar

Sua dieta deve ser cheia de vegetais. Além disso, é frequentemente útil tirar o sal a cada dia. Consuma aproximadamente um oitavo de colher de chá de sal ao levantar e outra meia hora antes do momento de menor energia do dia. O sal deve ser adicionado a um copo de água. O melhor sal para usar são o sal marinho e o sal céltico. Também tenha certeza de ter gorduras em cada refeição. Escolha óleos saudáveis, como azeite de oliva, óleo de cártamo ou nozes.

Trabalhe junto com seu médico

Mudar sua dieta, aumentar as chances de rir, praticar o relaxamento, se exercitar e conseguir dormir bastante são sempre maneiras de melhorar a exaustão adrenal. Se acreditar que isso pode ser um problema para você, essas modificações no estilo de vida darão alívio.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível