Dieta para icterícia obstrutiva

Escrito por ts jordan | Traduzido por anderson gandor
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Dieta para icterícia obstrutiva
Uma dieta rica em fruta pode ajudar a acelerar o processo de recuperação durante a icterícia obstrutiva (Visage/Stockbyte/Getty Images)

Icterícia é uma doença do fígado que resulta em uma coloração amarelada na pele e no branco dos olhos. Ela pode ser causada por diversos fatores, principalmente quando os canais da bile ficam bloqueados ou obstruídos por um cálculo biliar, que se aloja perto da sua abertura. Embora a melhor maneira de lidar com a icterícia seja por meio de cirurgia, a adesão a uma dieta específica poderá reduzir os riscos apresentados pela doença e ajudar a minimizar o tempo de recuperação.

Outras pessoas estão lendo

Icterícia obstrutiva

A icterícia obstrutiva impede o fluxo da bile do fígado para o trato intestinal. Onde isso acontece, o fluxo acumula, resultando no aumento e consequente acumulação da bilirrubina dentro do fígado. Enquanto os cálculos biliares são a causa mais comum da icterícia, outros fatores podem incluir a presença de vermes, complicações causas por cirurgias anteriores, inflamação do canal biliar ou má formação durante a infância.

Dieta para a icterícia obstrutiva

De acordo com especialistas, a icterícia é melhor tratada por meio de cuidados médicos, suplementados por uma dieta específica relativamente baixa em proteínas, considerando que a disfunção no fígado prejudicará a habilidade na digestão de proteínas. Além disso, como o fígado é largamente responsável pela liberação da bile, que destrói as comidas gordurosas, será bom se você mantiver uma dieta de baixa gordura enquanto estiver sofrendo com essa condição. Ao invés de proteínas e gorduras, o foco principal da dieta deve ser o consumo carboidratos naturais, ricos em fibras -- o que inclui todas as variedades de frutas e vegetais, aveia, batata doce e grãos inteiros. Para manter a dieta balanceada, cada refeição deve conter um grão, uma fruta, um vegetal e uma pequena quantidade de proteína e gordura saudável insaturada, encontrada em alimentos como óleo de oliva, amendoim, coco, abacate, amêndoas e nozes.

Mantendo as calorias em alta

Embora a sua dieta esteja modificada, é importante manter a ingestão de calorias, para que você não perca peso sem querer, enquanto segue a dieta para icterícia obstrutiva. Já que o consumo de proteínas e gorduras diminuirá, certifique-se de compensar com um aumento no consumo de carboidratos. Uma dieta balanceada retirará dos carboidratos cerca de 50% a 60% das calorias, 20% a 25% das gorduras e 20% a 25% das proteínas. Dessa forma, seu corpo continuará funcionando bem, mesmo com a doença, aumentando a habilidade de lidar com o tratamento médico e reduzindo o tempo de recuperação.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível