Diferença entre o lauril sulfato de amônio e o lauril sulfato de sódio

Escrito por jack brubaker | Traduzido por ninah coracini
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diferença entre o lauril sulfato de amônio e o lauril sulfato de sódio
Lauril sulfato de sódio e de amônio são usados em muitos xampus (shampoos and shaving foam lined up image by Georgios Alexandris from Fotolia.com)

O lauril sulfato de amônio (LSA) e o lauril sulfato de sódio (LSS) são dois surfactantes comumente usados em sabonetes e xampus. A principal diferença entre eles é a maior solubilidade do LSA em água.

Outras pessoas estão lendo

Química

Ambos LSA e LSS contêm o íon do lauril sulfato negativamente carregado, CH3(CH2)10CH2OSO3-. O íon carregado positivamente, no entanto, difere entre os compostos: LSA contém o íon amônio NH4+, e o LSS contém o íon sódio Na+.

Função

O íon de lauril sulfato faz ambos compostos surfactantes, o que é uma versão reduzida de "agentes que agem na superfície". Como um grupo, os surfactantes reduzem a tensão de superfície da água, permitindo que ela penetre nas fibras -- um processo chamado de "umidificação". Os componentes ativos do LSA e do LSS são quimicamente idênticos e deverão agir de forma idêntica.

Solubilidade

A maior diferença entre o LSA e o LSS está em suas solubilidades em água. À temperatura ambiente, o LSS vai dissolver a uma velocidade de 150 g por litro de água. No entanto, cerca de 500 g de LSA irão dissolver em 1 litro de água à mesma temperatura. Em termos de eficácia em sabonetes e xampus, essa diferença não é significativa, porque sabonetes e xampus são normalmente utilizados em água mais quente, onde a solubilidade de ambos os compostos seria maior. A solubilidade relativamente baixa do LSS, no entanto, evita o seu uso em sabonetes e xampus transparentes ou incolores, pois à temperatura ambiente, essas formulações ficam turvas. Xampus transparentes, portanto, normalmente usam o LSA ou outro surfactante altamente solúvel.

Toxicidade

Tanto o LSA quanto o LSS mostraram baixa toxicidade por ingestão. Se ingerido em grandes doses, ambos vão causar desconforto intestinal (náuseas e diarreia). O maior risco é a irritação do nariz e dos olhos. No entanto, em baixas concentrações (por exemplo, as encontradas na maioria dos xampus), esse risco é muito reduzido.

Fato interessante

Em 2000, um artigo do "Journal of the American College of Toxicology" foi profundamente alterado e publicado na internet. O artigo foi alterado para fazer afirmações falsas de que o LSS causava câncer.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível