Dor prolongada na parede torácica

Escrito por candace webb | Traduzido por lucas schiavo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Dor prolongada na parede torácica
O raio-x é um dos exames feitos para determinar a causa da dor no tórax (Lintao Zhang/Getty Images News/Getty Images)

Ter uma dor prolongada na parede torácica pode ser estressante e frustrante se você não souber o que a está causando ou como a tratar. Apesar de haver várias razões para que uma pessoa desenvolva uma dor prolongada no tórax, a causa mais comum é uma condição chamada costocondrite, efeito colateral da fibromialgia. Outras causas de dor prolongada nessa região incluem pleurisia e pneumonia. É importante determinar a origem para que um tratamento adequado seja iniciado.

Outras pessoas estão lendo

Costocondrite

A dor no peito geralmente, mas não sempre, associada fibromialgia é chamada de costocondrite. Ela ocorre quando há inflamação na cartilagem que conecta a caixa torácica a parede torácica. Esse desconforto é experimentado como pontadas agudas ou como uma dor constante e maçante. Para alguns pacientes, a dor da costocondrite pode ser assustadora.

De acordo com a Associação Nacional de Fibromialgia, entre 60% e 70% dos pacientes com fibromialgia sofrem de dor prolongada na parede torácica ou costocondrite.

Tratamento de costocondrite

A costocondrite dura de várias semanas a vários meses, e é tratada com anti-inflamatórios e analgésicos. A dor na parede torácica atribuída à costocondrite sem fibromialgia é geralmente causada por um trauma, como acidente de carro ou lesão esportiva. Como há várias áreas cartilaginosas na parede, a dor pode estar localizada em uma área ou se espalhar pelo tórax. Na maioria dos casos, a dor prolongada na parede torácica dura de seis meses a um ano após os sintomas aparecerem.

Pleurisia

Outra causa comum de dor prolongada na parede torácica é a pleurisia, que acontece quando a membrana entre a parede e a caixa torácica inflama. A Mayo Clinic observa que a pleurisia é geralmente uma complicação de outras condições, incluindo pneumonia, lúpus, artrite reumatoide, trauma no tórax, tuberculose e bronquite.

O sintoma mais comum da pleurisia é uma pontada cortante quando se respira profundamente; mas há também outros sintomas, como: respiração curta, tosse seca e não produtiva, febre e arrepios.

O tratamento para a pleurisia inclui diagnosticar a causa subjacente e tratá-la, bem como o uso de analgésicos e anti-inflamatórios para a própria pleurisia.

Outras causas

Outras causas de dor prolongada na parede torácica incluem: estresse, indigestão, úlceras e doenças subjacentes. O câncer de pulmão raramente causa pleurisia em um paciente. O primeiro passo para descobrir mais sobre a dor no peito que você está sentindo é entrar em contato com o seu médico. Exames para descobrir uma pleurisia incluem raio-x do tórax, ultrassom, exame de sangue e análise do histórico médico.

Avisos

Sempre que você sentir dor no peito, é importante tê-la avaliada por um médico para descartar a possibilidade de uma doença no coração. Se a dor vier acompanhada de suor, náusea, falta de ar ou outros sintomas de ataque do coração, vá ao hospital mais próximo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível