Ervas que restringem a produção de ácido estomacal

Escrito por naima manal | Traduzido por mariana korman
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Ervas que restringem a produção de ácido estomacal
Se houver superprodução de suco gástrico, algumas ervas podem ajudar

O suco gástrico é normalmente liberado no estômago durante o consumo de alimentos. Ele é produzido e liberado pelas células parietais do estômago. O ácido ajuda a digestão por quebrar as estruturas e os componentes proteicos do alimento para libertar suas vitaminas e nutrientes no estômago. Os níveis de ácido são normalmente regulados e mantidos em equilíbrio. No entanto, quando ocorre superprodução, existem ervas que limitam e regulam a secreção.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

O aumento da secreção de ácido é conhecido como doença péptica ácida (DPA) e pode ser causado por excesso de alimentos ou hábitos alimentares irregulares, o consumo de álcool, uso de alguns medicamentos e até mesmo diminuição da circulação de sangue para o estômago. Essa condição pode levar a úlcera, úlceras duodenais e gástricas, refluxo ácido, azia e dispepsia. Use ervas para ajudar seu estômago enquanto você muda seus hábitos alimentares, reduz seus níveis de estresse ou trabalha com o seu médico para encontrar alternativas aos medicamentos que podem causar DPA.

Ervas benéficas

A raiz de alcaçuz é uma erva benéfica para a digestão. Ela é utilizada para reduzir os níveis de ácido no estômago e para ajudar a curar as úlceras, além de minimizar sintomas de indigestão, azia, inflamação e irritação do sistema digestivo.

A camomila acalma o estômago e o sistema digestivo, reduzindo a inflamação e relaxando os músculos do estômago, reduzindo a azia, náuseas e gases. Ela é usada para tratar problemas gastrointestinais como síndrome do intestino irritável e condições diverticulares.

A ulmária reduz a acidez no estômago, também proporcionando alívio da azia, úlceras pépticas e gastrite. Isso ajuda a aliviar as condições no resto do corpo, como a dor articular e cistite. Essa erva tem propriedades de limpeza e adiciona tônus ao revestimento do aparelho digestivo, além de ajudar a aliviar a diarreia e desconforto no estômago.

Embora limões sejam ácidos, após o consumo, eles rapidamente aumentam os níveis de alcalinidade no aparelho digestivo. Eles proporcionam alívio da acidez do estômago, e comê-los ajuda a aliviar úlceras, melhora o apetite e a saúde do fígado e do pâncreas.

A groselha indiana é uma fruta que pode ajudar a reduzir as secreções ácidas do estômago. Ela também pode ajudar a proteger o estômago, uma vez que evita a formação de úlceras. Isso é o que faz com que a groselha indiana seja eficaz no tratamento de úlceras pépticas e indigestão.

Ingerindo as ervas

Há duas maneiras que o seu médico pode recomendar as ervas que restringem a produção ácida: infusão ou tintura. O método de infusão consiste em colocar ervas secas em água fria ou quente por um período de tempo. A água fria preservará ao máximo possível as propriedades curativas, mas levará mais tempo para extraí-las para a água. A água quente produzirá uma infusão mais rápida.

Seu médico também pode prescrever tinturas de ervas. Elas estão disponíveis para compra ou você mesmo pode fazer. Tinturas são feitas com álcool (não álcool isopropílico), água destilada e vinagre ou glicerol como base. As ervas secas são colocadas em um frasco contendo uma dessas bases e ficam em repouso durante pelo menos duas semanas, em um local escuro e seco. A tintura é agitada a cada 24 horas para ajudar o processo de liberação.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível