Como escrever uma carta com inteção de compra de um imóvel

Escrito por janet beal | Traduzido por luana ribeiro
Como escrever uma carta com inteção de compra de um imóvel
Escreva uma carta de intenção de compra para uma casa (the toy house . image by Yuri Bizgaimer from Fotolia.com)

Apesar de uma carta de intenção de compra sobre uma casa não substituir um contrato legal, escrevê-la ao proprietário do imóvel pode assegurar seu forte interesse na compra, além de ajudar ambos a resolver qualquer problema que possa surgir no caminho para concretizar a venda. Em uma carta desse tipo, você pode usar linguagem comum para estabelecer as condições nas quais planeja comprar o imóvel, especificar quaisquer termos que possam afetar a compra, estabelecer um acordo sobre o preço e tomar medidas para acelerar os passos legais necessários para conduzir a venda.

Instruções

    Esboço da carta de intenção de compra

  1. 1

    Entre em contato com o proprietário e marque um encontro para discutir sobre os termos da carta, se possível. Faça anotações e ofereça a ele a chance de fazer o mesmo. Durante sua conversa, você pode identificar as questões que concorda em aceitar e as que ainda não aceitou. Se não conseguir entrar em contato diretamente com o proprietário, descubra se é possível trocar informações através dos agentes imobiliários ou de alguma outra forma. Seu objetivo é remover todos os obstáculos para comprar a casa antes do surgimento de um contrato.

  2. 2

    Faça um esboço sobre o que precisa dizer. Pode-se escrever em linguagem informal ou manter a carta no estilo de formulário. Você precisa incluir seu nome, endereço da propriedade, sua oferta de compra (podendo incluir o pagamento; o tempo necessário para obter um empréstimo; o tempo que abrirá e fechará o contrato) e qualquer coisa que afete o processo (reparos que determinam o preço final ou a compra; resultados da inspeção no imóvel; o fato de não ter conseguido ser contratado no emprego que lhe impede de comprar a casa). Mantenha os problemas pequenos em seu esboço (há uma vidraça quebrada na janela da cozinha; o acabamento descascando da porta que pode ter sido causado por um vazamento, mas você ainda não tem certeza), mas guarde-os para falar inicialmente com o vendedor. A menos que a cor da sala de jantar seja totalmente inaceitável para você, não é crucial que ela seja exatamente da cor desejada, esse imprevisto é parte da compra de uma casa.

  3. 3

    Proteja você e o vendedor ao adicionar uma linha que informa que ambos sabem que isso não possui valor legal como documento, sendo apenas um acordo com sua intenção de comprar a casa. Adicione um espaço na parte inferior para cada um assinar e coloque data na carta. Vocês dois podem ficar com uma cópia.

    Alguns exemplos

  1. 1

    Use seu nome legal -- aquele que utiliza quando faz negócios -- e seu endereço atual para dizer quem é você. Use o endereço completo da casa que deseja comprar: Rua Coronel Marcos 155, Centro SP ao invés de apenas 155 Marcos, por exemplo. Pode-se adicionar uma referência como casa de fazenda com dois andares ou outra descrição da propriedade, se desejar.

  2. 2

    Seja bem claro sobre os problemas que devem ser solucionados antes da compra ser realizada. Após discutir com o vendedor, você pode apontar alguns ou vários deles. "Nós concordamos", por exemplo, que o Sr. João deve construir um novo telhado para a garagem antes da venda. Sr. João já mostrou três propostas de reforma sobre o telhado e disse que ele pode comprar apenas duas delas. Na discussão você deve informar que deseja contratar a terceira empresa e vai reembolsá-lo com R$1.900,00 para que o trabalho possa ser feito com ela. Esse é um tipo de assunto que você pode citar. Pode-se fazer acordos na carta como da inspeção do imóvel: informe no documento que a venda depende de uma inspeção com resultado positivo. Você está se mudando para uma área onde existem problemas ambientais frequentes. Pode-se informar na carta que não vai comprar a casa se a mesma for danificada por esses fatores entre a data atual e a concretização da venda.

  3. 3

    Seja claro sobre problemas que não são da propriedade, mas afetam a venda. Por exemplo, a casa que deseja comprar depende de você ser transferido para a área. Escreva isso na carta. Alguns problemas maiores devem ficar claros; se não conseguir vender sua velha casa e encontrar um empréstimo para comprar a nova, informe que a venda não poderá acontecer. O problema de transferência no trabalho é algo específico que o afeta.

  4. 4

    Faça distinções entre problemas que realmente se relacionam com a compra e aqueles que não possuem ligações. Inspeções que revelam apodrecimento demonstram um problema estrutural que afeta o valor da propriedade e o alto custo de reparo não pode ser previsto. Problemas encontrados na inspeção também afetam o seguro, por esse motivo você deve informar na carta que o preço oferecido pelo imóvel depende da inspeção com resultado positivo. Alguns problemas são irrelevantes, como notar que o belo gramado verde acabou morrendo e ficando com pedaços de cor marrom. Existe granito debaixo de partes do jardim, então essas áreas devem ser sempre regadas com mais frequência no tempo quente, já que o solo fica mais fino por cima da rocha. Não existe nenhuma lei para exigir que todo o gramado seja verde de modo uniforme; deixe isso fora da carta e cuide do jardim.

  5. 5

    Você não precisa ser um advogado para escrever uma carta com intenção de compra e também não precisa agir como um para isso. Conversar com o vendedor e criar a carta em linguagem convencional é tudo que precisa para escrever um bom documento de intenção de compra. O proprietário ficará feliz em saber de seu forte interesse. Você ainda precisará de um contrato legal formal para realizar a compra, mas isso será muito mais fácil e claro de se fazer se possuir suas ideias organizadas na forma da carta de intenção.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível