Estágio final da insuficiência renal em gatos

Escrito por elizabeth maginnis | Traduzido por paula belchior
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A insuficiência renal, ou insuficiência renal crônica (IRC), é uma das causas mais comuns de morte nos gatos. Embora a IRC seja terminal, seu gato pode viver por meses ou até anos com o tratamento adequado. No entanto, inevitavelmente, ele entrará na fase final da doença. A seguir estão alguns dos sinais de que o seu gato atingiu a fase final da insuficiência renal crônica.

Outras pessoas estão lendo

Dificuldades urinárias

Os gatos com IRC normalmente urinam muito mais do que os gatos geralmente o fazem. No entanto, no estágio final da IRC, os gatos podem urinar pouco ou nada. Essa condição pode surgir subitamente e pode precisar ser tratada com diuréticos. No extremo oposto do espectro, alguns gatos sofrem de incontinência e urinam onde quer que eles estejam. Submeta seu gato à verificação pelo seu médico veterinário no início de qualquer um desses sintomas para confirmar que ele não esteja sofrendo de uma infecção ou de um bloqueio do trato urinário.

Mau hálito e odor corporal

Conforme a doença progride, as toxinas começam a se acumular no corpo como resultado da diminuição da capacidade de filtração dos rins. Essa acumulação é detectável no ar e através dos poros da pele.

Cegueira

A cegueira pode ocorrer quando a pressão arterial elevada no gato faz com que as retinas se separem. A retina pode ser reparada, em alguns casos, tratando-se a pressão arterial elevada. A cegueira, em conjunto com alguns dos outros sintomas da fase terminal da IRC, é uma boa indicação de que a doença está piorando.

Ganho de peso repentino

O início do ganho de peso repentino não indica automaticamente que o seu gato esteja comendo mais e recuperando alguma aparência de bom estado de saúde, pois isso pode realmente significar que o corpo de seu gato não pode mais regular fluidos. Essa condição pode, então, levar à insuficiência cardíaca congestiva.

Insuficiência cardíaca congestiva

Os gatos com essa doença geralmente desenvolvem problemas cardíacos, que podem ser controlados com medicação que, por sua vez, podem colocar uma pressão adicional sobre os rins. Eventualmente, esses problemas cardíacos podem se deteriorar e causar a insuficiência cardíaca congestiva, o que significa que o coração do gato já não consegue bombear o sangue adequadamente. Os fluidos então vazam das veias e acumulam-se em torno dos pulmões e do abdômen. A perspectiva é bem ruim, uma vez que a insuficiência cardíaca congestiva se desenvolve.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível