Estilo de gerência e liderança

Escrito por freddie silver | Traduzido por daniel tamayo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Estilo de gerência e liderança
Gerentes ordenam que seus empregados trabalhem, já os líderes inspiram seu trabalho (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)

Muito foi pesquisado e escrito sobre os vários estilos de liderança e gerência. Kurt Lewin, um psicólogo germano-americano, fez a pioneira pesquisa décadas atrás, que inclui a definição de estilos de gerência. Ele descreveu três tipos básicos: autoritário ou autocrático, participativo ou democrático e delegador ou domínio livre. Apesar dos termos gerência e liderança algumas vezes seres cambiáveis, geralmente há uma distinção entre os dois. Os estilos de liderança são mais colaborativos e são considerados mais eficazes e inspiradores para os liderados.

Outras pessoas estão lendo

Autoritário ou autocrático

O estilo autoritário ou autocrático é mais característico do gerente do que do líder. É um estilo "de cima para baixo", o gerente é o chefe e tem a primeira e última palavras sobre os assuntos. Ele toma todas as decisões e diz a seus empregados o que precisa ser feito, assim como onde e como fazer. Esse estilo é mais apropriado em uma tarefa que precisa ser feita prontamente - como em uma situação de emergência - mas não cria uma lealdade de longo prazo.

Participativo ou democrático

Esse estilo é na verdade um híbrido entre o gerente e o líder. Nesse stilo, os empregados têm o poder de tomar decisões. Problemas contenciosos podem ser decididos por votos. Líderes visionários empregam esse estilo para garantir que sua equipe está pronta para tomar as decisões necessárias. Gerentes menos capazes têm dificuldade de se livrar de sua necessidade de poder e controle. Eles podem inadvertidamente levar os funcionários à falhas, encarregando-os com decisões que não podem fazer, e depois o gerente entra e toma o controle. Líderes eficazes criam empregados capazes.

Delegador ou domínio livre

O estilo delegador deve ser aplicado com cautela. Para que funcione de forma eficiente, os empregados devem estar prontos para executar a tarefa dada a eles. O gerente não pode sentar folgado, sem fazer nada, enquanto os funcionários gastam seu tempo lidando com atividades não produtivas. Um gerente que não coloca as mãos na massa pode assumir, incorretamente, que ele está desenvolvendo sua equipe, dando a ela controle completo. Um líder eficaz que emprega esse estilo permite que os funcionários façam o trabalho que lhes cabe, guiando-os de longe na direção correta, dando assistência e respondendo perguntas que são encorajados a fazer.

Liderança visionária

Um líder visionário ocasionalmente pode usar um estilo menor de gerenciamento para algumas situações e tarefas específicas, mas no geral sua equipe se sentirá no poder. A liderança verdadeira é evidente em organizações onde a moral da equipe é alta e os empregados sentem que suas opiniões são valorizadas. Quando os funcionários sentem que têm o controle no local de trabalho, eles são mais produtivos, mais satisfeitos e estão sendo liderados, não apenas gerenciados. Os líderes visionários usam a inspiração para liderar seus seguidores, não meramente dar ordens para que façam seu trabalho, como os gerentes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível