Estrutura de um átrio

Escrito por mark pendergast | Traduzido por juliana s. zoccoli
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Estrutura de um átrio
Edifícios comerciais modernos muitas vezes apresentam átrios (Ryan McVay/Digital Vision/Getty Images)

Um átrio, um pátio central ou de entrada em um edifício, dá uma sensação espaçosa e de abertura para espaços interiores. Átrios podem ou não ter um teto. Vários tipos e tamanhos de átrios existiram ao longo da história, dependendo de que propósito o edifício servia. Hoje em dia, os arquitetos normalmente colocam um átrio perto da entrada principal ou onde muitas pessoas se reúnem.

Outras pessoas estão lendo

Átrios

Átrios foram amplamente utilizados pelos antigos romanos em sua arquitetura doméstica. Os átrios eram abertos para o céu e eram o centro das atividades familiares. Os romanos muitas vezes colocavam estátuas religiosas e santuários em seus átrios. A abertura no telhado era inclinada para o chão, para permitir a coleta da água da chuva em uma área cavada no solo. Conforme a era romana progredia, as famílias mais abastadas começaram a cercar o átrio com fileiras de colunas chamadas "colunata".

Átrios de igreja

Algumas igrejas cristãs, chamadas de basílicas, adaptaram os átrios para seus próprios fins, usando-os como grandes pátios abertos na frente da área principal de adoração. Eles continham uma bacia onde um paroquiano poderia lavar as mãos antes da adoração. O espaço consistia de uma área retangular, com uma colunata ou uma arcada -- uma série de arcos -- em todos os quatro lados. Os átrios nas igrejas também eram usados ​​como cemitérios.

Versões modernas

O átrio, depois de um longo período durante o qual os arquitetos abandonaram o recurso, viu um renascimento no século 20, quando começou a aparecer em grandes edifícios comerciais. Um exemplo notável, o Atlanta Hyatt Regency Hotel, desenhado por John Portman, inaugurado em 1967, atraiu elogios por seu átrio de 22 andares de altura, que subia do lobby para o telhado. Os átrios, em edifícios modernos, muitas vezes têm uma claraboia de destaque que faz com que o interior se inunde com a luz natural.

Riscos de incêndio

Um átrio pode apresentar certos problemas de segurança em caso de incêndio. O grande espaço aberto permite que chamas e gases tóxicos se espalhem mais facilmente por todo o edifício. Os ocupantes de escritórios ou quartos de hotel podem ter que passar pelo átrio para encontrar um local seguro. Por conta disso, os códigos de construção modernos exigem que os edifícios com um átrio tenham sistemas de sprinklers, barreiras entre o átrio e o resto do edifício que possuam uma hora de resistência ao fogo e um sistema de controle de fumaça.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível