Ética e gestão financeira

Escrito por amanda l. webster Google | Traduzido por josé aleixo reis
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O estudo da ética é uma disciplina subjetiva que pode ser facilmente confundido. Alguns têm a sensação de que a ética é regida por crenças religiosas, enquanto outros acreditam que seja regida somente pela lei. No entanto, é importante lembrar que, quando uma determinada ação ou comportamento possa ser perfeitamente legal, isso não se torna necessariamente ético. Um grupo de especialistas do Centro Markkula de Ética Aplicada da Universidade de Santa Clara respaldam o comportamento ético "mantido por razões consistentes e bem fundamentado".

Outras pessoas estão lendo

História da ética do négócio

O estudo da ética no contexto da gestão financeira é uma disciplina relativamente nova. Enquanto as questões éticas têm sido um fator nas relações de negócio desde a existência do comércio, o estudo acadêmico da ética no cenário comercial aconteceu apenas em torno de aproximadamente 40 anos. As origens da disciplina são geralmente atribuídas a estudos revolucionários de Raymond Baumhart na década de 1960. A primeira conferência acadêmica nesta área foi realizada em 1974.

Ética e Enron

A recente reavaliação da ética na gestão financeira provavelmente pode ser atribuída ao escândalo Enron 2001. Poucos na academia discutiriam a importância do escândalo no que diz respeito à ética e gestão financeira. Antes de 2001, Arthur Andersen foi considerado uma das "cinco grandes" empresas de contabilidade nos Estados Unidos. Uma edição especial em 2002 da Bloomberg Businessweek detalha o papel da Arthur Andersen no escândalo e os perigos de permitir que os auditores financeiros trabalhem em parceria com empresas que são pagas para executar a auditoria. Por causa das ações antiéticas destas e de outras organizações da época, a ética se tornou patente diante de processos de gestão financeira.

Sarbanes-Oxley e SEC

A aprovação da Lei Sarbanes-Oxley de 2002 foi um resultado direto das crises éticas na gestão financeira. A Lei SOX preparou a formação da Securities and Exchange Commission, que agora supervisiona os auditores financeiros nos Estados Unidos. A Lei também implementou penas mais duras para fraude e exige que os diretores financeiros assinem os balanços financeiros da empresa. Esta ação atribui uma responsabilidade maior ao CFO, fazendo com que o CFO seja diretamente responsabilizado em casos de fraude.

Ética diária na gestão financeira

Enquanto Enron e Arthur Anderson são exemplos concretos de como uma empresa pode ser destruída devido a uma falta de ética grave, é importante lembrar que a ética deve ser praticada regularmente até mesmo nas menores competências de gestão financeira. Talvez a forma mais eficaz de garantir o cumprimento dos princípios éticos seja considerar as necessidades de todos os acionistas, desde funcionários, fornecedores, acionistas e diretores financeiros, e empenhar-se em equilibrar as carências através do processo de tomada de decisão.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível